fbpx

Remarketing é uma estratégia de marketing digital que procura reforçar anúncios para aquelas pessoas que já tiveram contato com a marca, incentivando-as à tomada de decisão.

O Google Ads é uma plataforma de anúncios e links patrocinados extremamente eficaz quando bem utilizada. Por si só, essa mídia paga pode trazer grandes resultados para as suas campanhas.

Imagine, então, potencializar as suas chances de conversão utilizando a estratégia do remarketing em suas campanhas de anúncios no Google Ads?

Se você já aprendeu a utilizar a plataforma de anúncios do Google criando suas campanhas para divulgar seu site, produtos ou serviços, talvez seja o momento de entender melhor como a estratégia de remarketing do Google Ads pode ampliar ainda mais suas oportunidades de negócios.

O objetivo dessa estratégia é buscar a conversão daqueles possíveis clientes que já foram impactados pelo menos uma vez com a sua marca, produto ou serviço.

Considerando que 97% das pessoas que visitam uma página pela primeira vez, saem sem comprar nada, e que, em média, elas retornam ao site de 3 a 16 vezes antes de realizar a compra, o remarketing procura reverter essa situação tentando impactar mais algumas vezes essas pessoas e, assim, convertê-las em clientes.

Mas como isso é feito? Confira neste post o essencial sobre remarketing e nossas dicas para que você faça campanhas bem sucedidas no Google Ads!

Confira o que você vai ler sobre Remarketing no Google Ads:

O que é remarketing?

Remarketing é uma estratégia de marketing digital bastante utilizada no meio e muitas vezes em conjunto com o Inbound Marketing e as técnicas de marketing de conteúdo para E-mail Marketing.

Em uma loja física, por exemplo, um vendedor ou vendedora pode tentar converter as pessoas que estão na loja, oferecendo produtos específicos para cada uma delas, ou até mesmo descontos.

Mas no meio digital, como uma pessoa que apenas colocou os produtos no carrinho, mas saiu do site sem comprar nada, pode ser novamente impactada por aquela marca ou produto?

É aí que entra o remarketing, que tem como objetivo fazer marketing de novo para as pessoas que já tiveram contato com o produto, serviço ou a marca em si. Ou seja, trata-se de “insistir” um pouco mais em pessoas que estão mais propensas a fazer a compra.

De acordo com pesquisas recentes sobre e-commerce, o percentual de pessoas que abandonam o carrinho de compras é de quase 70%. São muitas oportunidades de vendas perdidas, não é mesmo?

Por meio do remarketing, essas oportunidades são reativadas, possibilitando que clientes potenciais eventualmente retornem para o seu site e fechem a compra.

Isso pode ser feito principalmente através de e-mails, que podem oferecer algum tipo de incentivo, como cupons de descontos ou promoções, para que o cliente realize a compra.

Como funciona o remarketing no Google Ads?

Você pode ainda não utilizar a estratégia do remarketing em seus anúncios, mas com certeza já viu ela acontecer na prática em seu dia a dia.

O remarketing acontece quando você visita algum produto ou serviço, mas sai do site sem fazer nenhuma compra.

Ao visitar outro site, no entanto, aquele produto ou serviço previamente visualizado aparece em formato de banner ou texto em pontos estratégicos da nova página em que você está acessando, quase como se estivesse “perseguindo” você.

Isso acontece porque você provavelmente faz parte da lista de remarketing daquele anunciante em específico. O fato de você ter visitado um produto em um site faz com que o Google entenda que você é alguém com potencial de compra para aquele item, e que tem grande interesse em adquiri-lo.

Mas, por algum motivo, que pode ser preço ou até mesmo um timing ruim (por exemplo, você teve que abandonar a compra, pois se ocupou com outra atividade), você não realizou a compra.

Para garantir chances de que você volte ao site e finalize a compra do produto visitado, cookies são armazenados no seu dispositivo e passam a rastrear as suas ações naquele determinado site.

É assim que, dentro de um período de 30 dias, os produtos podem aparecer novamente para você em outros sites. Lembrando que todos os sites que utilizam os cookies devem pedir autorização de visitantes antes de fazer coleta de tais dados.

O Google Ads oferece duas maneiras para que anunciantes façam o remarketing: pela rede de pesquisa ou pela rede de display.

Na rede de pesquisa, o próprio Google utiliza suas páginas de resultados (as chamadas SERPs) para exibir os anúncios de acordo com os termos pesquisados pelos usuários.

No caso da rede display, sites do mundo todo se afiliam ao Google para exibir os banners de anúncios em suas páginas. Esses afiliados recebem um valor caso os anúncios exibidos por lá recebam cliques.

Para fazer uma campanha de remarketing bem sucedida na rede de pesquisa ou na rede de display, confira algumas dicas a seguir.

6 Dicas para fazer campanhas de remarketing de sucesso no Google Ads

Agora que você já entende melhor como o remarketing do Google Ads pode ajudar a melhorar a taxa de conversão do seu site, separamos algumas dicas para que você possa fazer campanhas bem sucedidas com essa estratégia.

1. Defina suas metas

Trabalhar com qualquer estratégia de marketing digital requer uma definição clara de metas. Para fazer o remarketing no Google Ads não é diferente.

Alguns exemplos de tais metas podem ser:

  • Geração de leads;
  • Aumentar número de acessos;
  • Melhorar o brand awareness, ou reconhecimento de marca;
  • Aumentar a taxa de conversão de vendas.

Independentemente de qual seja a meta que você deseja alcançar, é ela quem vai guiar todo o restante do planejamento da sua estratégia de remarketing.

Vamos supor que sua meta seja gerar leads para o seu negócio. Nesse caso, fazer uma campanha de remarketing voltada para aumentar a taxa de conversão de vendas poderá ser uma grande perda de tempo e dinheiro, já que esses usuários sequer foram devidamente impactados para receber ofertas de produtos.

Por isso, antes de configurar sua campanha e colocar ela para rodar, certifique-se que tudo o mais esteja girando em torno do que você realmente deseja alcançar.

2. Defina o público-alvo da campanha de remarketing

Levando em consideração as suas metas, qual é o público que você deseja atingir com sua campanha de remarketing?

Pelo Google Ads, é possível analisar dados do seu público-alvo e coletar informações que ajudarão a segmentar ainda mais cada grupo de pessoas que irão ser impactadas pelos anúncios.

As tags que você inserir no seu site pelo Google Ads irão coletar os dados das ações que os usuários tomarem em seu site. A partir dessa informação, você poderá direcionar campanhas de remarketing mais específicas.

3. Entenda o momento do seu público-alvo

Após identificar o público-alvo das suas campanhas, direcione anúncios que façam sentido para o momento da jornada desse público.

Por exemplo, para usuários que já estiveram em seu site e interagiram com alguns dos seus produtos, mas não compraram por conta do preço, direcione campanhas com algum desconto ou oferta para incentivá-los a retornar e fechar a compra.

Você pode também incentivar esses possíveis clientes utilizando o recurso da escassez, fazendo anúncios de remarketing que mostram quantas unidades ainda restam daquele produto.

Para usuários que já converteram em seu site e já são clientes, faça campanhas oferecendo cupons de desconto especiais, para que eles voltem a fazer novas compras.

Qualquer uma dessas ações podem ser extremamente eficazes. Mas é importante não forçar nenhuma situação.

Se o seu produto não é exclusivo, não o divulgue como tal. Da mesma forma, se houverem muitas unidades restantes, não faça campanhas como “restam apenas tantas unidades”.

Se o público perceber que seu anúncio promove algo que não é verdadeiro, você não somente perderá a venda como também a reputação e a credibilidade da sua marca.

4. Estabeleça um período para rodar a campanha

Quando falamos em remarketing, muita gente deve pensar que se trata de insistir ao máximo com os anúncios para conseguir a conversão.

Insistir é válido, mas desde que esteja em consonância com o bom senso. Afinal, é só pensar: quem gosta de vendedores que ficam perseguindo você pela loja o tempo todo, oferecendo produtos sem parar?

Por isso, é importante estabelecer um tempo aceitável para rodar seus anúncios de remarketing. Leve em conta o seu orçamento e o tempo que considerar interessante para tentar converter o público-alvo.

5. Comece com um orçamento menor

Falando em orçamento, aqui vai uma dica essencial para quem deseja usar o remarketing no Google Ads: comece com campanhas de baixo orçamento.

Apesar da grande popularidade desse tipo de estratégia e de sua alta eficácia, ainda assim podem acontecer muitas falhas no caminho.

Com certeza, nossas dicas irão contribuir para que você faça campanhas que tragam grandes resultados.

Mas se você estiver apenas iniciando em remarketing no Google Ads, o ideal é que comece com um orçamento menor. Assim, evitará grandes perdas caso algo dê errado.

6. Monitore o desempenho da campanha

O Google Ads e o Google Analytics (que pode ser vinculado ao Ads) oferecem dados ricos para que você entenda com precisão os resultados obtidos nas suas campanhas de anúncios e remarketing.

Se você não tiver uma equipe responsável por esse tipo de análise, ou uma agência de marketing digital especialista em Google Ads que possa ajudar nessa missão, procure tirar um tempo para fazer essa avaliação.

Algumas métricas importantes que você deve considerar são: taxa de cliques (CTR), impressões, custo por clique (CPC), taxa de conversões, entre outras.

Entendendo o desempenho das suas campanhas, você poderá decidir se mantém as estratégias atuais ou se faz mudanças para buscar melhores resultados.

Também poderá decidir se deve manter ou aumentar o teto de orçamento estabelecido até aqui.

Faça sua campanha de remarketing no Google Ads!

As campanhas de anúncios do Google Ads já são amplamente utilizadas por todos os tipos de negócios, inclusive para aqueles que desejam atrair clientes para a loja física.

Existem inúmeras vantagens de utilizar a plataforma de anúncios do Google para atrair novas oportunidades de negócios, vendas, reconhecimento de marca, e mais.

Anunciar com o Google Ads é bastante acessível para qualquer empresa, bem como também suas campanhas de remarketing.

Como você leu em nosso artigo, o remarketing é uma estratégia que tem como objetivo principal a conversão. Trata-se de fazer marketing de novo para aquelas pessoas que já interagiram de alguma forma com a sua marca, produto ou serviço.

Ou seja, por meio do remarketing, é possível insistir um pouco mais para que esses clientes em potencial retornem ao seu site e realizem a compra ou tomem a ação que você espera.

Mas para ter sucesso em suas campanhas de remarketing e permitir que o dinheiro investido esteja bem empregado, faça o planejamento delas levando sempre em conta suas metas.

Determine quais resultados deseja obter e procure fazer a sua lista de público-alvo bastante segmentada, sempre levando em conta as necessidades desse público e os estímulos que precisa para que a conversão aconteça, como descontos e ofertas de escassez.

Começar campanhas de remarketing no Google Ads não é difícil, mas exige planejamento, paciência e cautela. Por isso, recomendamos que suas primeiras tentativas sejam feitas com baixo orçamento, para que você possa analisar melhor os resultados e entender o que está dando certo ou errado, e assim fazer os reajustes de acordo.

Caso queira aumentar suas chances de fazer campanhas de remarketing bem sucedidas, a Tupiniquim é uma agência de marketing digital de Google Ads com grandes cases de sucesso e clientes satisfeitos. Fale com a gente e conquiste grandes resultados!

Curtiu o conteúdo? Aproveite e compartilhe!

Dúvidas Frequentes

O que é remarketing no marketing digital?

Remarketing é uma estratégia de marketing digital que procura reforçar seus anúncios para aquelas pessoas que já tiveram contato com a sua marca, incentivando-as à tomada de decisão.

O que é remarketing Google Ads?

Através do Google Ads, é possível fazer campanhas de remarketing por meio da rede de pesquisa ou por meio da rede de display do maior buscador do mundo, o Google. Dessa forma, seja nas páginas de resultados ou em sites afiliados do Google, é possível impactar novamente aqueles usuários que já tiveram algum contato com a sua marca.

Como criar uma campanha de remarketing no Google Ads?

Comece pelo planejamento das suas estratégias. Estabeleça suas metas, o público-alvo que deseja alcançar, e as ações que você pode fazer para incentivar a conversão, como oferecer descontos e promoções. Evite campanhas muito longas e que sejam insistentes além da conta.

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder