Skip to main content

Você já utiliza a estratégia de marketing de conteúdo no seu negócio? Neste artigo, você verá diferentes exemplos de conteúdos B2B para produzir para o mercado empresarial.

Em toda e qualquer estratégia de marketing digital, existem desafios a serem enfrentados. Não seria diferente com o marketing de conteúdo B2B. Uma das maiores dificuldades do marketing de conteúdo é conseguir gerar valor e construir uma relação de confiança com o público-alvo. No entanto, isso pode ser solucionado com eficácia através de conteúdos relevantes e de qualidade.

Não é à toa que muitas empresas B2B, como agências de marketing digital, utilizam diversos formatos de conteúdo, como posts em blog, podcast, redes sociais, e-books, vídeos no YouTube, e-mail marketing, entre outros, como uma forma de fazer prospecção de clientes B2B.

Porém, em meio a tantas opções de formatos disponíveis, é preciso pensar nos tipos de conteúdos que serão produzidos em cada um deles. Afinal de contas, diversificar os conteúdos oferecidos nos seus canais de marketing digital traz dinamismo, agrega valor ao público-alvo, promove a marca, ajuda o público a solucionar problemas de maneiras distintas e contribui para manter uma boa presença digital.

Além disso, mesmo que a sua marca tenha um público-alvo ou personas com algumas características semelhantes, as pessoas têm suas próprias individualidades, desejos, problemas, dificuldades e desafios específicos. Sendo assim, cada uma delas pode gostar de consumir tipos de conteúdos diferentes de acordo com o que elas achem mais interessante e útil para solucionar os problemas delas com mais facilidade.

Foi pensando em todo esse contexto que a Agência de Marketing de Conteúdo Tupiniquim, preparou este artigo com 6 exemplos de tipos de conteúdo B2B para atrair e engajar o seu público empresarial. Vamos lá?

O que você vai aprender sobre Conteúdos B2B:

O Que é Marketing de Conteúdo B2B?

Marketing de Conteúdo B2B é uma estratégia de marketing que se concentra em criar e distribuir conteúdo relevante, valioso e consistente para atrair e engajar uma audiência de negócios-para-negócios (B2B).

Os consumidores estão cada vez menos tolerantes com publicidades, o que torna a jornada de compra mais complexa devido ao fato de o público querer se conectar e se relacionar com a empresa antes de fazer uma consulta ou uma compra.

Desse modo, o objetivo do marketing de conteúdo é estabelecer a marca como uma autoridade no setor e ajudar os leads ou potenciais clientes a tomarem decisões de compra bem-informadas. Isso pode incluir posts de blog, webinars, e-books, whitepapers, infográficos, entre outros formatos e tipos de conteúdos.

Com informações aprofundadas e detalhadas, você gera valor para a marca e desenvolve um relacionamento de confiança com os usuários e usuárias, ajudando a atrair, engajar e encantar a audiência antes, durante e após realizar a compra ou contratar um serviço.

Quando se trata de clientes B2B, todas essas questões citadas são extremamente importantes, pois esses clientes possuem um perfil mais analítico e racional, já que fazem, geralmente, pedidos recorrentes e contratos de longo prazo. Eles precisam ter a confiança de que estão trabalhando com o fornecedor certo de produtos e serviços.

Diferença entre Marketing de Conteúdo B2B e B2C

A primeira e principal diferença entre o marketing de conteúdo B2B (business-to-business) e B2C (business-to-consumer) é o público-alvo. O marketing de conteúdo B2B se concentra em atrair e engajar empresas e profissionais de negócios como clientes, enquanto o marketing de conteúdo B2C se concentra em atrair e engajar consumidores finais. Isso pode resultar em diferenças significativas na abordagem do conteúdo, como o tom de voz, o tipo de conteúdo e as estratégias de distribuição.

Além disso, o ciclo de compra é diferente em B2B, sendo mais complexo e longo e, geralmente, envolvendo múltiplos stakeholders, levando semanas ou meses para nutrir um potencial cliente. Já no marketing de conteúdo B2C, esse ciclo é relativamente mais simples e rápido.

Vale ressaltar que, independentemente do público, da intenção dele e dos canais de distribuição utilizados, a ideia do marketing de conteúdo permanece a mesma, ou seja, produzir e publicar conteúdos relevantes e de qualidade para engajar usuários e usuárias, clientes e potenciais clientes, resultando em ROI (Retorno sobre o Investimento) significativo e eficiente.

6 Exemplos de Tipos de Conteúdos B2B para Você se Inspirar

No início do artigo, citamos que existem diferentes formatos de conteúdo, como e-books, posts, whitepapers, webinars, podcasts, entre muitos outros. O fato é que todos esses formatos podem ser utilizados como uma ferramenta ou um canal para distribuir conteúdos distintos.

Os formatos de conteúdos você já conhece. Agora, quais são os tipos de conteúdos que podem ser explorados dentro desses formatos? É o que vamos abordar neste tópico. Confira:

1. Guias passo a passo

Guias passo a passo são uma forma eficaz de fornecer instruções detalhadas e informações para ajudar os seus clientes a realizarem tarefas específicas. Alguns exemplos de guias passo a passo que podem ser criados para conteúdo B2B são:

  • Guia de instalação: Passo a passo para ajudar os clientes a instalarem e configurarem um produto ou software.
  • Guia de usuário: Passo a passo para ajudar os clientes a entenderem e utilizarem um produto ou software.
  • Guia de treinamento: Passo a passo para ajudar os clientes a se familiarizarem com uma ferramenta ou plataforma.
  • Guia de solução de problemas: Passo a passo para ajudar os clientes a solucionarem problemas comuns relacionados a um produto ou software.
  • Guia de otimização: Passo a passo para ajudar os clientes a otimizarem o desempenho de um produto ou software.
  • Guia de integração: Passo a passo para ajudar os clientes a integrarem um produto ou software a outras ferramentas (ou plataformas).

Esses são apenas alguns exemplos. Existem inúmeras possibilidades de guias passo a passo que podem ser criados para ajudar os seus clientes a obterem o máximo de valor do seu produto ou serviço.

A ideia desse tipo de conteúdo está bastante relacionada ao “como fazer”. Portanto, é importante que você entenda as dores e necessidades da sua persona para produzir um conteúdo útil que ajudará a solucionar o problema dela.

2. Assuntos em alta

Frequentemente, surgem assuntos na internet que estão em alta para diferentes indústrias e setores. E por que não aproveitar esses assuntos para chamar a atenção da sua audiência, não é mesmo?

Por exemplo, no segmento da tecnologia, muito tem se falado sobre Inteligência Artificial e aprendizado de máquina, que estão se popularizando e sendo cada vez mais usados em vários setores, como saúde, finanças e vendas.

Esse é apenas um exemplo, mas há muitos outros assuntos em alta que podem ser relevantes para as suas necessidades de conteúdo B2B.

Para descobrir quais são os assuntos que estão em alta e que possuem relação com o seu segmento de mercado, você pode utilizar ferramentas como o Google Trends e, assim, produzir conteúdo de alta relevância para o seu público e o seu nicho de atuação.

3. Dicas

Dicas são pequenas sugestões ou conselhos práticos que podem ajudar as pessoas a realizarem uma tarefa de forma mais eficiente ou resolver um problema. Elas podem ser usadas para dar orientações ou instruções de como fazer algo, ajudar as pessoas a serem mais produtivas ou melhorarem suas habilidades.

Aqui no blog da Tupiniquim, por exemplo, temos diversos artigos com dicas sobre diferentes assuntos do marketing digital, sempre pensando em ajudar o nosso público-alvo da melhor forma possível com conteúdos úteis.

Assim também como responder dúvidas frequentes, muito comuns em texto de SEO para que seu público chegue até você para retirar uma duvida.

Pensando no marketing de conteúdo B2B, é possível produzir conteúdos com dicas sobre como melhorar a produtividade, dicas de segurança, dicas de como otimizar o desempenho de um site, dicas para melhorar a experiência do usuário e muitos mais.

4. Infográficos

Um infográfico é uma representação visual de informações ou dados, geralmente usado para comunicar informações complexas de forma clara e concisa. Eles geralmente incluem gráficos, imagens, diagramas e texto curto para ilustrar as informações e deixá-las fáceis de serem entendidas e compartilhadas.

Esse tipo de conteúdo também é uma forma de estimular o engajamento dos leitores, já que possui um apelo mais visual e acaba sendo mais atraente.

Alguns exemplos de como os infográficos podem ser usados em conteúdo B2B são:

  1. Analisar dados: Os infográficos podem ser usados para mostrar dados estatísticos ou tendências de forma fácil de entender.
  2. Explicar processos complexos: Os infográficos podem ser usados para ilustrar processos complexos de forma clara, concisa e organizada.
  3. Comparar produtos ou serviços: Os infográficos podem ser usados para comparar diferentes produtos ou serviços e mostrar as vantagens e desvantagens de cada um.
  4. Mostrar estratégias: Os infográficos podem ser usados para mostrar estratégias de negócios ou de marketing e como elas podem ser aplicadas.
  5. Descrever benefícios: Os infográficos podem ser usados para mostrar os benefícios de um produto ou serviço de forma rápida e fácil de entender.

Os infográficos podem ser incorporados em posts de blog, e-mails, apresentações, sites, entre outros, e ajudar a aumentar a compreensão e retenção do conteúdo.

No nosso artigo “BANT Sales: O Que É e Como Ajudar Qualificar Clientes”, você encontra um modelo de infográfico para se inspirar.

5. Casos de sucesso

Os casos de sucesso são histórias que ilustram como um produto ou serviço ajudou uma empresa ou indivíduo a alcançar seus objetivos. Eles são frequentemente usados em estratégias de marketing de conteúdo B2B para mostrar como outras empresas têm obtido sucesso com o uso de um determinado produto ou serviço e como ele pode ser aplicado para ajudar outras empresas a alcançarem seus objetivos.

Quando o assunto é conteúdo fundo de funil, por exemplo, os casos de sucesso são uma excelente opção, com um papel primordial na conversão de clientes. No site da Tupiniquim, você pode conferir os mais diversos cases de sucesso de empresas que alcançaram seus objetivos utilizando os diferentes serviços de marketing digital da agência.

6. Novidades sobre o seu segmento

As novidades sobre o segmento são atualizações ou notícias recentes relacionadas ao setor ou indústria em questão. Em conteúdo B2B, as novidades são utilizadas para manter os leitores informados sobre as últimas tendências, desenvolvimentos e inovações no setor.

É possível, por exemplo, anunciar o lançamento de um produto ou serviço, fazer atualizações regulatórias ou legais para manter os leitores informados sobre como elas afetarão suas operações, falar sobre conferências e eventos relacionados ao setor, inovação tecnológica, entre outras novidades que você considerar serem importantes para o seu segmento de atuação.

Crie postagens que ajudarão os seus leitores a compreenderem as últimas tendências e desenvolvimentos no setor, o que isso significa para eles e qual é o impacto sobre as operações e estratégias do negócio.

Explore o Marketing de Conteúdo B2B

Neste artigo, você pôde perceber que existem inúmeras possibilidades para produzir conteúdo B2B, seja qual for o canal utilizado. Através do marketing de conteúdo B2B, tanto o seu negócio quanto o público podem se beneficiar dessa estratégia de marketing digital.

Enquanto você gera valor para a sua audiência por meio de conteúdos úteis e de qualidade, a sua marca ganha credibilidade, reconhecimento e se torna até uma referência no mercado e autoridade no nicho de atuação.

Pode não parecer, mas o conteúdo tem todo esse poder. Afinal, é a partir de um conteúdo bem-feito que você atrai, engaja e encanta o público. Além disso, é uma forma de manter uma boa presença digital e se destacar da concorrência.

Se você quer começar a investir em conteúdo, mas não sabe por onde começar, fale conosco! Somos uma Agência de Marketing de Conteúdo que, há mais de 10 anos, vem ensinando os nossos clientes a alcançarem bons resultados com bons conteúdos.

Gostou do post? Compartilhe o link com quem também precisa de novas ideias de conteúdo.

Dúvidas Frequentes

O que é Marketing de Conteúdo B2B?

Marketing de Conteúdo B2B é uma estratégia de marketing que se concentra em criar e distribuir conteúdo relevante, valioso e consistente para atrair e engajar uma audiência de negócios-para-negócios (B2B).

Qual a diferença entre Marketing de Conteúdo B2B e B2C?

O marketing de conteúdo B2B se concentra em atrair e engajar empresas e profissionais de negócios como clientes, enquanto o marketing de conteúdo B2C se concentra em atrair e engajar consumidores finais.

6 Exemplos de Conteúdo B2B

  1. Guias passo a passo
  2. Assuntos em alta
  3. Dicas
  4. Infográficos
  5. Casos de sucesso
  6. Novidades sobre o seu segmento

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
3 exemplos de métricas de Google Ads 4 principais redes sociais para a sua indústria 4 benefícios do Google Ads para o Marketing Industrial 4 motivos para investir em Branding com a Tupiniquim 3 Exemplos de Marketing de Conteúdo 5 Dicas para um Marketing de Conteúdo eficaz 4 dicas sobre Gestão de Tráfego 4 tipos de ferramentas de marketing digital 4 ferramentas de marketing digital gratuitas 3 exemplos de anúncios que aplicam os Gatilhos Mentais 4 tipos de correspondência de palavras-chave 4 dicas para escolher palavras-chave no Google Ads 4 cases de Branding criados pela Tupiniquim 4 benefícios do Google Ads para advogados 5 dicas de como usar o Google Ads para advogados 4 estratégias para aplicar os Gatilhos Mentais 4 benefícios das métricas de redes sociais 5 exemplos de métricas de redes sociais 5 curiosidades sobre Gatilhos Mentais 4 sites em WordPress criados pela Agência Tupiniquim