fbpx Skip to main content

O Google Ads é uma excelente ferramenta para impulsionar as vendas de qualquer negócio. Mas você conhece as principais métricas para monitorar seus resultados? Veja neste artigo.

Não importa qual seja o seu negócio, dentro do marketing digital, sempre haverá uma ou mais estratégias excelentes para impulsionar as suas vendas. Utilizar o Google Ads, a plataforma de anúncios do Google, pode ser uma delas.

As campanhas de anúncios através do Google Ads fazem parte do marketing de performance, que, por sua vez, é focado na geração de resultados rápidos por meio de plataformas de mídia paga.

Mas para identificar se essas campanhas estão dando os resultados esperados, é preciso acompanhar algumas métricas importantes de perto. Afinal, são elas que comprovarão se suas metas estão sendo alcançadas ou não, o que determinará se o investimento está sendo bem empregado.

Sabendo disso, nós da Tupiniquim, uma agência de marketing digital especialista em tráfego pago, preparamos este artigo com as 11 principais métricas do Google Ads que você deve conhecer antes de mergulhar fundo na plataforma de anúncios do Google. Continue lendo!

O que você vai ler sobre as principais métricas do Google Ads:

O que são métricas de Google Ads?

Um dos grandes pontos fortes de se investir em marketing digital está justamente no fato de poder medir os resultados de campanhas e ações com mais precisão. E não apenas isso, graças aos avanços tecnológicos, é possível ter controle sobre diversas informações que colaboram com o desenvolvimento de estratégias realmente eficazes.

Mas um bom planejamento de marketing digital deve incluir não somente as estratégias que serão utilizadas para a promoção da empresa, mas também as métricas que serão monitoradas para entender os resultados que estão sendo obtidos durante a campanha.

As métricas de marketing digital como um todo são números que permitem que você meça os resultados de ações de marketing. Apesar de algumas delas serem importantes para todo tipo de campanha, algumas podem ser mais apropriadas para situações específicas, como é o caso das métricas de Google Ads.

Em outras palavras, as métricas de Google Ads são números ou valores que ajudam a esclarecer que tipos de resultados estão sendo alcançados com campanhas de anúncios dentro do ecossistema do Google, como a rede de pesquisa e a rede de display, por exemplo.

O objetivo delas é oferecer uma visão consistente, a partir de dados concretos, de como os anúncios estão desempenhando. Dessa forma, anunciantes podem corrigir problemas ou fazer melhorias até mesmo durante a veiculação das campanhas.

Em se tratando de métricas, existem várias delas que você pode acompanhar. Mas nem todas podem ser realmente impactantes para o seu negócio. Conheça as 11 principais métricas a seguir.

11 Principais métricas de Google Ads

Dependendo do seu tipo de negócio e das suas estratégias de marketing digital, algumas métricas podem ser mais importantes do que outras. Por isso, nem todas sobre as quais vamos falar aqui são ou serão as suas principais métricas.

Mas antes de definir quais devem ser monitoradas com mais frequência, conheça um pouco mais sobre cada uma delas.

1. Taxa de Impressão

A taxa de impressão mostra quantas vezes o seu anúncio é exibido na rede do Google, que, além das páginas de resultados, inclui o Google Maps, rede de Display e outros sites parceiros.

Apesar de parecer que é a mesma coisa, a taxa de impressão não representa o número de pessoas que realmente perceberam o seu anúncio. Ou seja, o anúncio é exibido, mas não necessariamente chamou a atenção de alguém.

Mesmo assim, essa é uma métrica importante para acompanhar o desempenho da sua campanha de forma geral.

Por exemplo, uma campanha que tenha uma taxa de impressões baixa talvez precise ajustar o valor do lance ou então melhorar a lista de palavras-chave utilizadas. Uma taxa baixa também pode estar relacionada a um índice de qualidade ruim, indicando que ajustes devem ser feitos o quanto antes.

2. CTR – Taxa de Cliques

Também chamada no nosso português de taxa de cliques, CTR é a sigla para o termo em inglês Click-Through Rate, que nada mais é do que o total de cliques que um anúncio recebe.

Por conta disso, essa é uma métrica excepcional para se avaliar a boa utilização de calls to action (CTA ou chamada para ação), de técnicas de copywriting e de palavras-chave no Google Ads.

Dica: Quer entender melhor o que é o CTR? Veja o nosso vídeo explicando tudo o que você precisa saber sobre a taxa de cliques.

3. CPC – Custo por Clique

O CPC, ou custo por clique, está diretamente ligado ao CTR. Por isso mesmo, são duas métricas que podem causar confusão na hora de entender as diferenças entre elas.

Se o CTR mostra o total de cliques gerados em cada anúncio, o CPC é o valor que anunciantes devem pagar por cada clique em anúncio. Em outras palavras, quando as pessoas clicarem no seu anúncio, é o CPC que determinará o quanto essa ação custou para você, bastando dividir o número de cliques pelo valor total gasto para calculá-lo.

Através dessa métrica, é possível ter maior controle sobre os gastos com as campanhas de anúncios, já que anunciantes pagam somente se houver cliques. Lembrando que os cliques são um forte indicativo da performance dos seus anúncios.

4. CPA – Custo por Aquisição

Também conhecida como custo por aquisição, a CPA é uma métrica e forma de precificação considerada de baixo risco para anunciantes, já que eles só pagam o Google Ads quando há conversões, ou seja, realização de metas.

Essas metas podem ser desde uma venda, até um preenchimento de formulário ou download de um e-book, por exemplo. Quem as define é o próprio anunciante.

Um bom CPA indica que o lucro está sendo maior do que o investimento que se faz com o marketing para o produto ou serviço, e pode ser calculado dividindo-se o valor investido pelo total de conversões.

5. Taxa de Conversão

Como você viu, a conversão nem sempre é venda, mas sim um objetivo alcançado. E esse objetivo é definido de acordo com a sua estratégia e o que deseja atingir com ela.

Se, por um lado, o CPA é uma métrica que ajuda a entender se o lucro está sendo maior do que o gasto com a divulgação do produto ou serviço, a taxa de conversão mostra quantos cliques são necessários para que sua meta de conversão seja alcançada.

O cálculo da taxa de conversão é feito a partir da divisão do total de conversões pelo total de cliques recebidos. Pelo Google Ads, é possível monitorar essa métrica através da ferramenta de “Acompanhamento de conversões“.

A taxa de conversão ideal vai depender da meta do seu negócio e do tipo de produto ou serviço anunciado. Por exemplo, produtos mais baratos tendem a ter uma taxa de conversão maior do que a de outros mais caros.

Por conta disso, a taxa de conversão também é um forte indicativo do quanto uma marca é reconhecida no mercado em que atua, já que não é somente o preço que influencia a decisão de compra das pessoas consumidoras.

6. ROI – Retorno sobre Investimento

ROI ou Return on Investiment, como é conhecida em inglês, é uma métrica que indica o total ganho a partir de um investimento. Então, se você investe um valor x em uma campanha de anúncios, o cálculo do ROI vai ajudar a identificar se o lucro foi maior do que o investimento feito.

Por conta disso, essa métrica, que também pode ser um indicador-chave de performance (ou KPI) para o seu negócio, é muito importante para entender o que está dando certo e o que precisa ser otimizado na sua estratégia, permitindo que você deixe de gastar com ações ineficazes ou de pouco resultado.

7. ROAS – Retorno sobre Investimento em Publicidade

ROAS é mais uma sigla que vem do inglês (Return on Advertising Spend) e que traduzimos para o português como Retorno sobre Investimento em Publicidade. Por ser semelhante ao ROI, é comumente confundido com essa outra métrica.

A diferença primordial entre ROI e ROAS é que, enquanto o primeiro pode ser usado para medir os resultados de uma ou mais estratégias do negócio, o segundo avalia apenas o retorno sobre o investimento em anúncios e campanhas publicitárias.

Isso significa que o cálculo do ROAS só considerará o total dos gastos com publicidade, não incluindo as demais despesas, como é o caso do ROI. Por conta disso, é uma métrica relevante para campanhas de Google Ads e de tráfego pago em geral.

8. Índice de Qualidade

O Índice de Qualidade do Google Ads é uma métrica que serve como ferramenta de diagnóstico para medir o nível de relevância dos seus anúncios na plataforma. A partir dela, o Google consegue classificar o anúncio e determinar a posição em que ele aparecerá nas SERPs (páginas de resultados).

Para o cálculo do índice de qualidade, que consiste em uma nota de 1 a 10, o Google considera 3 elementos importantes:

  • CTR (taxa de cliques) aproximado, considerando a lista de palavras-chave;
  • Relevância do anúncio x intenção de busca de usuários;
  • Qualidade da página de destino.

Todos esses elementos ajudam não somente na classificação do Google, como também para alertar as pessoas que anunciam sobre os pontos em que elas devem se esforçar para melhorar a qualidade e a entrega de seus anúncios.

9. Taxa de Rejeição

A taxa de rejeição é uma métrica a ser monitorada via Google Analytics, que é uma das ferramentas gratuitas do Google mais úteis para análise de desempenho e coleta de dados. Como ela pode ser vinculada ao Google Ads, acaba sendo muito útil para o monitoramento de métricas e outras informações de performance.

Embora “rejeição” seja facilmente associada a algo negativo, nem sempre essa taxa indica algo ruim. Tudo, na verdade, dependerá do objetivo que se quer alcançar com o anúncio e sua página de destino.

Isso porque a taxa de rejeição está ligada ao número de interações de usuários(as) no site ou landing page (página de destino).

Se, por exemplo, seu anúncio encaminhar as pessoas para uma página inicial onde elas apenas olham e saem logo em seguida, sem interagir ou clicar em outras páginas, isso implicará em uma taxa de rejeição alta. Mas ela só será prejudicial caso a sua estratégia dependa de que haja interação e acesso a outras páginas do seu site.

Mas se a página de destino, após o clique no anúncio, for o objetivo final da sua estratégia, então a taxa de rejeição alta é considerada normal.

10. CAC – Custo de Aquisição de Clientes

O CAC ou Custo de Aquisição de Clientes é uma métrica importante para ser monitorada não somente para suas campanhas no Google Ads, mas também para outras estratégias da sua empresa. Isso porque ela mostra o quanto foi gasto para que cada novo cliente fosse adquirido.

Por conta disso, o CAC está intimamente ligado ao LTV (Lifetime Value), que é uma métrica que avalia o quanto o cliente investe no produto ou serviço da marca durante o tempo em que é cliente dela.

Para campanhas de tráfego pago, que foquem em Google Ads, Facebook Ads, ou outros canais de mídia paga, o CAC é uma forma de identificar quais deles estão sendo mais efetivos na aquisição de clientes, e, assim, ajudar quem anuncia a escolher os canais mais adequados para a veiculação dos anúncios.

11. CPL – Custo por Lead

CPL ou custo por lead é a métrica que indica o quanto é gasto para cada novo lead (possível cliente) que entrar para a sua base. Então, para calcular essa métrica, é preciso dividir o valor total do investimento pelo número de leads gerados.

Para o Google Ads, essa métrica ajuda a avaliar se o total gasto com as campanhas de anúncios está gerando um número adequado de leads. Por isso, o CPL é frequentemente monitorado em campanhas com foco em conversão.

Observe que todas as métricas de que tratamos até agora possuem grande importância para campanhas no Google Ads e qualquer outra de marketing digital. Mas a pergunta que surge é: será que é preciso acompanhar todas as 11 principais métricas que mencionamos aqui?

Como analisar métricas de anúncios?

Uma coisa é certa: você pode querer, mas analisar todas as métricas que existem no marketing digital pode não ser a forma mais eficaz de monitorar o desempenho das suas estratégias e campanhas no Google Ads.

Se você possui um time grande e que pode se dividir em diferentes frentes para manter atenção constante nessas e outras métricas, excelente. Mas caso não, é importante ter clareza de seus principais objetivos com seus anúncios e focar nas métricas que mais impactam nos resultados que se espera obter.

Então, para analisar as métricas dos seus anúncios no Google Ads, primeiro conheça-as bem e veja quais delas estão alinhadas diretamente as suas metas, seja de vendas, de geração de leads, de tráfego para o seu site, entre outras. Após isso, faça comparativos, testes e separe tempo para entender os resultados.

Através do monitoramento de métricas que tenham um impacto direto nos seus negócios, é possível focar os esforços e organizar ações eficazes para cada métrica que se deseja melhorar, sem se perder no meio de tantas informações.

Conheça as principais métricas para o seu negócio

Monitorar as métricas de Google Ads é indispensável para qualquer anunciante que deseja ter resultados satisfatórios e aumento de vendas com a plataforma de anúncios do Google.

Aliás, como você leu neste artigo, as métricas são ferramentas valiosas para a elaboração de estratégias. Não acompanhá-las é como andar sem rumo: você pode até chegar em algum lugar, mas não exatamente no que você deseja.

Aqui na Tupiniquim, temos uma equipe focada em Google Ads e estratégias de tráfego pago, e que monitora as métricas que mais fazem sentido para cada campanha e objetivo de nossos clientes. Com isso, estamos sempre alertas em fazer ajustes e determinar os melhores caminhos para que todas as metas sejam alcançadas.

Quer ter o nosso time ajudando você nessa missão? Somos uma agência de marketing digital com mais de uma década de experiência e nos dedicamos constantemente para trazer grandes resultados para empresas de todos os portes e segmentos. Fale conosco!

Curtiu o artigo? Aproveite e compartilhe com outras pessoas!

Dúvidas Frequentes

O que são métricas de Google Ads?

As métricas de Google Ads são números ou valores que ajudam a esclarecer que tipos de resultados estão sendo alcançados com campanhas de anúncios dentro do ecossistema do Google, como a rede de pesquisa e a rede de display, por exemplo.

Quais são as principais métricas de Google Ads?

11 Principais métricas do Google Ads:
Taxa de Impressão
CTR – Taxa de Cliques
CPC – Custo por Clique
CPA – Custo por Aquisição
Taxa de Conversão
ROI – Retorno sobre Investimento
ROAS – Retorno sobre Investimento em Publicidade
Índice de Qualidade
Taxa de Rejeição
CAC – Custo por Aquisição de Cliente
CPL – Custo por Lead

Como analisar métricas de anúncios?

Para analisar as métricas dos seus anúncios no Google Ads, primeiro conheça-as bem e veja quais delas estão alinhadas diretamente com as suas metas, seja de vendas, de geração de leads, de tráfego para o seu site, entre outras. Após isso, faça comparativos, testes e separe tempo para entender os resultados.

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right