fbpx

Conteúdo para redes sociais é uma forma das marcas se aproximarem mais de seu público, mas é preciso fazer de forma estratégica. Aprenda como neste post.

As redes sociais têm crescido cada vez mais aos olhos das marcas e não é por acaso. Considerando que dos 4,66 bilhões de usuários da internet, 4,2 bilhões utilizam ativamente as redes para se comunicar e se relacionar, esses ambientes não devem ser menosprezados.

Criar conteúdo para blogs, newsletters e materiais gratuitos são excelentes formas de implementar as estratégias de Marketing de Conteúdo da sua empresa. Mas, conforme vai evoluindo nessas ações, mais perceberá que é preciso explorar as possibilidades que as redes sociais oferecem. Afinal, se o seu público está lá, você deveria estar também.

Um dos grandes desafios de fazer conteúdo para as redes sociais, porém, é como fazer isso de forma estratégica e bem planejada, para que realmente se torne uma estratégia eficiente para a empresa.

Se esse é o seu caso, continue lendo este artigo para descobrir mais sobre como fazer conteúdo para as redes sociais, os benefícios e como gerenciar suas ações por lá. Confira!

O que você vai ler sobre marketing de conteúdo para as redes sociais:

O que são redes sociais?

Pensando no quão comum as redes sociais online são em nossas vidas hoje, fica quase impossível imaginar o que era o mundo antes delas, não é mesmo?

Mas a verdade é que nós, como seres sociais, sempre tivemos nossas redes de relacionamento, ainda que menores e centradas em um espaço menor. Isso mudou drasticamente com a chegada da internet e das novas possibilidades que essa tecnologia propiciou.

As redes sociais, como as conhecemos atualmente, são ambientes online criados para favorecer a conexão entre pessoas, estimulando a formação de grupos que compartilham interesses em comum.

Por meio de compartilhamento de fotos, mensagens, vídeos e outros, as redes sociais se tornaram os canais que mais utilizamos hoje para nos relacionarmos no ambiente virtual.

Seja por dispositivos móveis ou por desktop, bilhões de pessoas pelo mundo afora acessam alguma ou algumas redes sociais todos os dias para se comunicar, se entreter e se relacionar com outras várias pessoas.

Mas isso só é possível graças à evolução da tecnologia que alterou drástica e rapidamente a forma como nos conectamos e nos relacionamos virtualmente.

O começo das redes sociais foi bem diferente, já que estava limitada à tecnologia da época.

Como as redes sociais surgiram?

SixDegrees, a primeira rede social, foi lançada em 1997 com pouquíssimos recursos e dependente de uma conexão de internet instável e pouco acessível.

Apesar de ter sido desativada três anos depois de sua criação, a rede social conseguiu chegar a reunir cerca 3,5 milhões de usuários e acabou servindo de inspiração para o surgimento de uma nova geração de redes sociais.

A partir dos anos 2000, a maioria das redes que conhecemos hoje, como Orkut, Facebook, YouTube e Twitter, foram lançadas.

Aproveitando a evolução da tecnologia e o maior acesso à internet e à qualidade de conexão, as redes sociais despontaram, tornando-se comuns na vida da maioria de nós.

tipos de redes sociais

Tipos de redes sociais

Embora tenhamos o hábito de pensar nas redes sociais como uma coisa só, cada uma delas possuem propósitos e formatos diferentes, e isso precisa ser levado em conta na hora de planejarmos nossas ações de marketing dentro desses ambientes.

Veja a seguir os principais tipos de redes sociais atualmente e exemplos de cada um deles.

1. Redes de Relacionamento

As plataformas de rede social focadas em relacionamento são aquelas que fornecem um espaço para que as pessoas compartilhem interesses e pensamentos através de pequenos textos e imagens.

Nelas, há um estímulo muito grande para o compartilhamento e troca de opiniões entre as pessoas usuárias, permitindo que elas se conectem com outras que possuem interesses em comum.

Entre os principais exemplos atuais desse tipo de rede social temos o Facebook, Twitter e LinkedIn.

2. Redes de Entretenimento

Nessa categoria, entram plataformas como Instagram, YouTube, Twitch, TikTok, Snapchat e Pinterest, onde as pessoas são incentivadas a criar e compartilhar conteúdos principalmente em formato de imagens e vídeos.

Apesar de serem de entretenimento, essas redes também são usadas para fins educativos. O YouTube, por exemplo, possui diversos conteúdos em formatos de tutoriais e aulas.

3. Redes de Blogs Sociais e Fóruns

Esses tipos de redes são focadas em compartilhamento de artigos e opiniões sobre temas diversos, estimulando as pessoas a fazerem conteúdos que incentivem a troca de ideias, dicas e sugestões sobre diversos assuntos.

Também entram nessa categoria os fóruns, que são espaços que permitem a troca de perguntas e respostas entre usuários.

Alguns exemplos dessas redes sociais são: Medium, Quora, Reddit e Tumblr.

4. Redes de Reviews

Essas redes sociais são focadas em determinados assuntos e, por isso, estimulam que os usuários façam postagens com avaliações ou reviews sobre lugares, produtos ou serviços.

Exemplos de redes sociais de reviews são o TripAdvisor (focado em turismo), Yelp (para avaliação de estabelecimentos comerciais), Goodreads (avaliações e recomendações de livros), entre outras.

Redes Sociais como ferramenta de marketing

Antes de sair usando as redes sociais como ferramenta de marketing da sua empresa, é preciso lembrar que elas são meios de comunicação e que, apesar das semelhanças entre uma e outra, existem variações no tipo de público, na linguagem, no formato e no tipo de conteúdo que cada uma delas proporciona.

Um erro muito comum é achar que é preciso estar presente em todas elas, sem sequer levar em conta se o público-alvo e a persona da sua empresa estão presentes naquela rede social.

Utilizar as redes sociais como parte da sua estratégia de Marketing de Conteúdo é uma excelente maneira de engajar e interagir mais com o seu público, mas é preciso atentar-se para as particularidades de cada rede social primeiro e só então definir se ela é eficaz para as demandas da sua empresa.

Mas caso o uso das redes sociais faça sentido para a sua estratégia de conteúdo, veja a seguir alguns dos vários benefícios que você terá ao utilizá-las em suas ações.

  • Maior alcance de público: as redes sociais concentram um fluxo enorme de pessoas usuárias todos os dias e por várias horas. Ao criar conteúdo para as redes certas, sua empresa cria maiores chances de atingir esse público;
  • Maior contato com o seu público: produzir conteúdo para as redes sociais é uma forma excelente de se aproximar mais do seu público, já que nesses ambientes as pessoas podem interagir e comentar as publicações com mais facilidade, o que acaba propiciando um relacionamento bilateral;
  • Geração de tráfego orgânico para o seu site: assim como a produção de conteúdo para blogs, trabalhar com as redes sociais não demanda investimento com anúncios pagos. Você pode usar esses espaços livremente para divulgar conteúdos do seu site e, assim, gerar tráfego orgânico para ele;
  • Anúncios altamente segmentados: em oposição ao tráfego orgânico, também é possível gerar tráfego pago mais eficazmente, já que as plataformas de anúncios como o Facebook Ads, Instagram Ads e LinkedIn Ads, permitem a segmentação do público que se deseja alcançar com campanhas de anúncios;
  • Melhor posicionamento de marca: essa estratégia que faz parte do Branding (ou gestão de marca) busca trazer maior visibilidade para a empresa e marcar presença no dia a dia das pessoas consumidoras. Através da produção de conteúdo para as redes sociais, a empresa consegue reforçar sua mensagem principal na mente das pessoas que deseja alcançar;
  • Facilidade na mensuração de dados: as redes sociais permitem uma mensuração de dados bastante completa, como número de visualizações, cliques, impressões, conversões, entre outras métricas que auxiliam no processo de criação de conteúdo;
  • Possibilidade de criar conteúdo viral: um dos grandes benefícios das redes sociais é a possibilidade criar conteúdos que acabam sendo compartilhados massivamente pelo público, sem que se precise investir em anúncios.

Como você pode ver, são muitos os benefícios de fazer conteúdo para as redes sociais. Mas como toda estratégia, é preciso lembrar que nem tudo é um mar de rosas.

Ao abrir um canal mais próximo com o seu público, você poderá receber tanto feedback positivo quanto negativo. As pessoas também têm mais liberdade para se expressar e compartilhar experiências com as marcas.

Por isso, reiteramos: é preciso planejamento e estratégia ao lidar com as redes sociais. Quando isso é feito, a tendência é sua empresa colher excelentes resultados dessas ações.

Como fazer conteúdo para redes sociais: 9 passos para o planejamento

Fazer conteúdo para as redes sociais é um trabalho que pode parecer complicado, mas na verdade não é. Afinal, nada que um bom planejamento não possa facilitar esse processo.

Para ajudar você a planejar suas estratégias de marketing de conteúdo para as redes sociais, criamos um passo a passo simplificado para você começar a colocá-las em prática o quanto antes. Acompanhe!

1. Defina quem é e onde está a sua persona

Aqui no blog da Tupiniquim, estamos sempre lembrando da importância da inclusão da persona para as estratégias de marketing digital. Seja para campanhas de Google Ads ou de geração de tráfego orgânico, conhecer bem a persona do seu negócio é um divisor de águas.

Quando falamos em redes sociais, ter esse conhecimento é ainda mais importante. Afinal, é a persona quem irá guiar o tom e a voz que a empresa deverá usar para se comunicar. O formato do conteúdo também fica mais fácil de ser desenvolvido quando pensado em personas específicas.

Também é a partir da definição da persona que você poderá definir quais as redes sociais que deverá atuar. Lembre-se que o importante é estar presente nas redes em que a sua persona está.

2. Estabeleça objetivos

Outro elemento crucial em qualquer planejamento são os objetivos. Para determiná-los, procure entender o momento do seu negócio e quais as ações de marketing de conteúdo que já estão sendo implementadas, como blogs e materiais gratuitos.

A partir daí, defina o que mais deseja alcançar com as suas ações em redes sociais. Veja alguns exemplos a seguir:

Você também pode utilizar as suas redes sociais como forma de divulgar novos artigos do blog, novos produtos ou serviços, e até mesmo ações diferenciadas da empresa.

3. Escolha as métricas (KPIs)

As métricas são importantes para entender os resultados das suas ações nas redes sociais. Somente a partir disso, poderá analisar o que está sendo efetivo e o que não está, e fazer as alterações necessárias.

No caso das redes sociais, a escolha das métricas vai depender de quais plataformas você utilizará. Algumas delas podem ser:

Curtidas, número de seguidores, compartilhamentos, visualizações de página, entre outras, são consideradas “métricas de vaidade”. Esse tipo de métrica não é considerado exatamente ruim, mas apenas não devem ser consideradas como KPIs em seu planejamento.

Isso porque, efetivamente, as métricas de vaidade significam pouco para a estratégia como um todo e dificilmente servirão para dar bons insights sobre as suas ações.

4. Analise a concorrência

Ficar de olho na produção de conteúdo da concorrência nas redes sociais pode ser uma boa maneira de identificar os conteúdos em que ela não faz bem ou deixa de explorar.

Além de servir como inspiração, observar a concorrência também é uma forma de identificar a presença e a atividade do público-alvo em determinadas redes sociais. Utilize isso a seu favor.

5. Desenvolva estratégias diferentes para cada rede social

Ao começar a produzir conteúdo para as redes sociais, é muito comum achar que um conteúdo apenas basta para publicar em todas as outras plataformas.

Apesar disso ser uma possibilidade, é preciso considerar que cada rede social possui estilos e públicos próprios. Por isso, antes de começar a criar o conteúdo, dedique um tempo para estudar as redes sociais que você deseja trabalhar.

Observe os padrões, o formato mais utilizado (texto, imagens, vídeos), o tamanho do texto, o público, a linguagem, entre outras características. Isso ajudará a desenvolver estratégias mais certeiras e que estejam de acordo com a imagem que sua empresa deseja criar nesses ambientes.

6. Crie um calendário de publicações

O calendário é importante para organizar todo o processo de criação de conteúdo. Por conta disso, é uma excelente ferramenta para auxiliar o trabalho da equipe de Marketing de Conteúdo da sua empresa.

Para fazê-lo, é preciso levar em conta as particularidades da sua estratégia. Confira algumas sugestões do que você pode incluir nesse calendário:

  • Temas;
  • Dias da semana e horários;
  • Quem criará o conteúdo;
  • Quem publicará o conteúdo;
  • Em quais redes será publicado;
  • Forma de divulgação;
  • Frequência;
  • Status da produção, etc.

7. Interaja com o público

Como já mencionamos, um dos pontos altos de produzir conteúdo para as redes sociais é justamente poder ter um contato maior com o público.

Nas redes sociais, as pessoas participam e interagem com o conteúdo deixando comentários, enviando mensagens diretas e até mesmo marcando a empresa em postagens.

Para manter as pessoas engajadas, no entanto, é importante respondê-las sempre que possível. Principalmente em casos de mensagens negativas, evite deixar seu público sem respostas. A ausência delas poderá ser bastante prejudicial.

8. Defina sua equipe

A quantidade de profissionais responsáveis pelo Marketing de Conteúdo de cada empresa pode variar muito.

Se você possui uma equipe grande, poderá dividir melhor as funções de cada profissional e focar em várias redes sociais ao mesmo tempo, produzindo conteúdo constantemente.

Caso esse não seja o caso da sua empresa, ter uma equipe pequena não significa que não poderá produzir conteúdo, apenas que ele deverá ser feito levando em consideração as limitações da equipe.

A dica de ouro para esse caso é sempre priorizar a qualidade e não a quantidade de conteúdo. Prefira postar menos conteúdo, mas com mais qualidade do que o contrário.

Conforme for colhendo resultados e crescendo esse departamento da sua empresa, poderá aumentar a quantidade sem que isso afete a qualidade da produção de conteúdo.

9. Produza o conteúdo

Quando se trata de produzir conteúdo para as redes sociais, a parte de produção mesmo é a última a entrar em cena.

Perceba que, sem o planejamento estratégico, a produção de conteúdo será uma tarefa muito mais árdua e com poucas chances de trazer benefícios para o seu negócio.

Se você já finalizou essa etapa, então já pode começar a criar o seu conteúdo e botar a sua estratégia em ação!

como gerenciar redes sociais

Como gerenciar redes sociais?

Conforme a produção de conteúdo da sua empresa vai crescendo, mais a sua equipe de Marketing de Conteúdo sentirá falta de ferramentas que podem facilitar e automatizar determinadas ações para as redes sociais.

As ferramentas de gerenciamento de redes sociais não somente automatizam o processo de publicação, como também auxiliam no planejamento das estratégias, no monitoramento de resultados, análise de dados, entre outros recursos.

O objetivo desse tipo de ferramenta é otimizar o trabalho da equipe responsável pela produção de conteúdo para as redes sociais, para que os esforços sejam melhor direcionados.

Algumas das principais ferramentas de gestão de redes sociais são:

Aqui também vale destacar a ferramenta gratuita (com versão paga) Canva, que oferece templates com formatos para diversas redes sociais.

Embora não seja um gerenciador de redes sociais, o Canva possui recursos que ajudam na produção de conteúdo, como um calendário de publicações vinculado com as criações dentro da ferramenta.

Esteja presente nas redes sociais

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia que possibilita resultados a longo prazo, mas de forma contínua e crescente. Incluir as redes sociais nas suas estratégias de conteúdo é uma forma de se aproximar mais do seu público e alcançar novos.

Ao acessarmos qualquer rede social, iremos ver diversos exemplos de Marketing de Conteúdo sendo aplicado nessas plataformas por empresas de todos os nichos e tamanhos.

Esperamos que com as nossas dicas e passo a passo, sua empresa possa também trabalhar com as redes sociais de forma eficaz e atingir grandes resultados para o seu negócio.

Precisando de ajuda em marketing digital? A Tupiniquim pode ajudar. Somos uma agência de marketing digital com mais de 10 anos de experiência e focada em trazer grandes resultados para empresas que desejam crescer. Fale com a gente!

Curtiu o conteúdo? Aproveite e compartilhe!

Dúvidas Frequentes

O que são redes sociais?

As redes sociais são plataformas online criadas para favorecer a conexão entre pessoas, estimulando a formação de grupos que compartilham interesses em comum, a troca de mensagens, compartilhamento de imagens e vídeos.

Quais são os benefícios das redes sociais?

Maior alcance de público, maior contato com a persona, geração de tráfego orgânico para o site, possibilidade de fazer anúncios segmentados, melhor posicionamento de marca, facilidade na mensuração de dados, possibilidade de criar conteúdo viral, entre outros, são exemplos dos benefícios ao se investir em redes sociais.

Como gerenciar redes sociais?

Existem diversas ferramentas focadas em gestão de redes sociais. Você pode utilizá-las para conseguir automatizar ações e otimizar o tempo da equipe de conteúdo. Algumas dessas ferramentas são: mLabs, Sprout Social, Hootsuite e Etus.

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder