fbpx Skip to main content

Otimizar o blog do seu negócio dá mais visibilidade ao conteúdo dos posts em pesquisas feitas em sites de buscas! Saiba como impulsionar o seu blog e transformá-lo em uma eficiente vitrine dos produtos e serviços da sua empresa.

Decidir investir na escrita e criação de um blog é uma ótima ideia para apresentar as soluções que os produtos e serviços de uma empresa podem oferecer para sanar os problemas de clientes e potenciais clientes.

Além de criar conteúdo relevante e informativo, é preciso pensar no alcance da exibição dos artigos do blog aos leitores. Por isso, aplicar as várias estratégias de SEO aos conteúdos do blog da sua empresa é um excelente modo para conseguir ranquear em motores de buscas, como o Google, e fazer sua página atrair mais visitantes.

Isso porque o conjunto de técnicas de otimização para motores de busca, mais conhecido pela sigla SEO, alavanca o posicionamento e a relevância do conteúdo de um blog para solucionar problemas e dar respostas às perguntas de usuários em buscadores na internet.

Neste artigo, a Agência de Marketing Digital Tupiniquim vai te explicar melhor quais são e como aplicar as estratégias de SEO para que o seu blog seja mais atrativo e tenha um desempenho melhor no Google e em outros buscadores.

O que você vai ler sobre SEO para blogs:

O que é SEO?

Antes de mais nada, você sabe o que é SEO? A gente explica. SEO é a sigla em inglês para Search Engine Optimization (em português, Otimização para Motores de Busca). Trata-se de um conjunto de técnicas que geram mais visibilidade e fazem com que uma página, landing page, site ou blog ranqueie e apareça na página de resultados de pesquisas feitas em buscadores, como o Google.

Um dos principais objetivos ao aplicar técnicas de SEO em uma página on-line é aumentar as chances de que ela seja exibida nas primeiras posições dos sites de buscas e, assim, aumentar o tráfego orgânico (ou seja, tráfego gratuito e espontâneo), o número de cliques e, consequentemente, a quantidade de visitantes.

Como aplicar técnicas de SEO em blogs?

Agora que você já se familiarizou um pouco mais com o assunto, conheça 6 técnicas de SEO para alavancar o tráfego, melhorar a experiência e aumentar o tempo de permanência de visitantes em um blog, que é um dos fatores considerados pelo Google para avaliar o valor do conteúdo e o ranqueamento na página de buscas.

1. Use palavras-chave

Ao criar os posts para o blog, pesquise e use palavras-chave relacionadas ao tema do artigo, à área de atuação da empresa e aos produtos e serviços da marca, além de inserir palavras que abordem os problemas enfrentados pelo seu público-alvo ao longo do texto, que não deve ser muito extenso nem muito superficial.

Mas, atenção, use essas palavras-chave de forma natural e coerente com o texto. Caso contrário, o buscador entenderá sua ação como keyword stuffing, ou seja, palavras-chave em excesso e sem contexto, e seu link poderá ser penalizado e perder relevância entre os resultados.

Aposte também em palavras-chave de cauda longa, isto é, um conjunto de três ou mais palavras. Isso porque as palavras-chave longas são entendidas pelos buscadores como explicações e soluções mais elaboradas para as pesquisas dos usuários. Por exemplo, um usuário pode pesquisar por “tênis”, mas também pode fazer uma busca mais detalhada por “tênis com amortecimento para corrida”.

Além disso, usuários que fazem buscas usando palavras-chave de cauda longa são mais propensos a ler o conteúdo completo da postagem, já que demonstram um interesse maior e mais específico pelo assunto. Esse tipo de visitante é também um lead com bastante potencial por demonstrar estar mais avançado em sua jornada de compra e no funil de vendas.

2. Organize os tópicos do post

Ao preparar um post do blog, crie um índice com o título de cada tópico que será abordado no texto do artigo. Você pode colocar esse índice logo após a introdução da postagem. Dessa forma, você ajuda o buscador a identificar de forma mais rápida e detalhada quais assuntos estão sendo abordados no seu blog.

Um índice também oferece uma melhor experiência aos leitores, já que eles podem visualizar rapidamente o que encontrarão no post do blog e ir direto ao tópico que seja mais relevante para resolver seus problemas ou dúvidas.

Você pode usar as Heading Tags (H1, H2, H3 etc.) para classificar o conteúdo e facilitar a leitura tanto do robô do buscador quanto dos visitantes. De modo geral, essas tags são utilizadas da seguinte forma: H1 para o título, H2 para os subtítulos e H3 para classificar e listar eventuais tópicos dentro de subtítulos.

Isso também contribui para a exibição de trechos do artigo nos featured snippets, que são pequenas prévias retiradas do post pelo robô do buscador para responder uma pergunta específica dos usuários e que são exibidas em destaque na página de buscas.

3. Atente-se à velocidade da página

Alguns elementos podem afetar a velocidade de carregamento da página e fazer com que os visitantes desistam dela rapidamente.  Alguns exemplos de itens para ficar de olho e evitar que o blog fique lento são os elementos visuais, códigos de programação desnecessários e uma grande quantidade de plugins instalados.

Por isso, garanta que os códigos de programação sejam simplificados e objetivos e faça um levantamento dos plugins do blog. Desinstale aqueles que não forem relevantes para impedir que o front-end e a velocidade de carregamento do blog sejam impactados.

4. Seja amigável aos dispositivos móveis

Lembre-se de que, com a grande popularização e quantidade de dispositivos móveis vendidos e usados pelos usuários, uma parte considerável do tráfego do seu blog virá, por exemplo, de smartphones e tablets.

Atualmente, otimizar uma página para dispositivos móveis significa priorizar a simplicidade. A maior parte dos temas pré-prontos de plataformas para criação de sites e blogs já são amigáveis e responsivos a esses tipos de aparelhos.

Assim, a fonte do conteúdo, o tamanho da página e botões de Chamada para Ação (CTA), entre outros itens, são adaptados ao tamanho das telas desses dispositivos.

5. Crie uma URL

A URL é um dos primeiros itens analisados pelos robôs de páginas de pesquisas para identificar do que se trata o post do blog. A URL deste artigo, por exemplo, é seo-para-blog, conforme você pode ver na barra de endereços do seu navegador.

Por isso, não deixe de aplicar a palavra-chave mais relevante na URL do link para aumentar as chances de ranqueamento no site de pesquisas. Além disso, procure não usar mais do que 5 palavras na URL do post, usando apenas letras minúsculas, sem acentos e com hífen para separá-las.

6. Aplique o Link Building

Para gerar autoridade perante a audiência, é recomendável usar links de outros artigos do blog no post que você estiver elaborando, desde que os assuntos estejam relacionados de alguma forma. Esse tipo de link é chamado de link interno e leva os visitantes a conhecerem outras postagens do blog, além de demonstrar o nível de conhecimento da empresa na área.

Tenha cuidado, porém, para não exagerar na quantidade de links internos ao longo do texto. Caso contrário, a percepção dos visitantes poderá ser a de que a intenção central é apenas gerar cliques e não a de informar o público-alvo.

Também é interessante usar links externos, ou seja, links que levem o visitante para outras páginas e sites. Essa estratégia é importante para citar fontes e referências e comprovar dados e fatos mencionados ao longo do post e, assim, dar mais credibilidade ao conteúdo e autoridade ao blog da empresa.

Como fazer SEO em blogs no WordPress?

O WordPress é uma plataforma para gestão de conteúdo bastante popular porque é bastante intuitiva e não exige grande conhecimento técnico para ser utilizada.

Muitos sites e blogs são criados e administrados por meio dessa plataforma amigável ao usuário porque ela oferece uma variedade de temas e plugins que facilitam o desenvolvimento dos posts de blogs.

Veja 3 elementos de SEO on page para aumentar o desempenho das postagens do seu blog no WordPress:

1. Meta Título

O meta título é o primeiro contato que os visitantes têm com o artigo de um blog. Em questão de segundos, eles vão decidir se clicam no link e continuam a leitura ou se partem para os próximos resultados sobre o assunto pesquisado no buscador.

Por isso, é essencial caprichar no título do post, usando elementos como dados, fazendo perguntas, despertando a curiosidade etc. Além disso, é recomendável usar as palavras-chave relevantes nos títulos dos textos.

Outra dica é pensar em meta títulos com até 60 caracteres para que o buscador os exiba sem cortes na página de resultados. Caso você queira ou precise de um meta título mais extenso, tente inserir as palavras-chave entre as primeiras palavras da frase.

2. Meta Descrição

A meta descrição funciona como um breve resumo do conteúdo do post tanto para os usuários quanto para os motores de busca. Portanto, não esqueça das palavras-chave e de criar um texto atrativo para chamar a atenção do público e motivá-lo a clicar no link e ler o conteúdo completo.

Ao elaborar a meta descrição da postagem, crie textos com até 160 caracteres para que o buscador exiba o conteúdo na íntegra na página de resultados da pesquisa. Uma meta descrição eficiente fornece base para os usuários do buscador avaliarem se o seu blog tem o que eles procuram.

3. Alt Text em Imagens

Para evitar que o texto do post se torne entediante e visualmente cansativo, é recomendável incluir imagens que ajudem a explicar o conteúdo entre os parágrafos da publicação.

Ao fazer a varredura de um conteúdo on-line, os robôs dos motores de pesquisa não buscam por imagens, a menos que elas contenham um alt text, isto é, uma frase com função de legenda em cerca de 125 caracteres.

Isso ajudará as imagens dos posts a ranquearem na página de resultados para imagens do buscador. Além disso, o alt text melhora a experiência dos leitores e demonstra preocupação com a acessibilidade ao conteúdo do blog, já que, sem um alt text, a imagem recebe uma legenda genérica e sem relação com o conteúdo criado para o post.

Vale ressaltar que esses 3 elementos de SEO on page não se aplicam exclusivamente ao WordPress e que você pode usá-los em outras plataformas também, ok?

3 ferramentas de SEO para você usar no seu blog

Já deu para perceber que são várias as estratégias de SEO para melhorar os resultados das publicações do blog da sua empresa, né? Felizmente, são igualmente várias as ferramentas criadas e disponíveis na web para te ajudar a monitorar e elaborar as suas estratégias de SEO para blog. Conheça 3 delas abaixo!

1. Ubersuggest

Com o Ubersuggest, você consegue ter noção das palavras-chave mais populares e mais buscadas em relação a determinado assunto e receber sugestões com base em um grande volume de dados analisados pela plataforma.

Essa ferramenta também indica o nível de dificuldade (de 0 a 100) para conseguir ranquear um conteúdo que use determinada palavra-chave nos buscadores, além de recomendar conteúdos relevantes no momento.

2. Page Speed Insights

Utilizando o Page Speed Insights, você consegue avaliar se a página do seu blog está com um tempo de carregamento muito longo ou se está abrindo rapidamente para os visitantes. Basta inserir a URL no campo em destaque na homepage da ferramenta e ela fará uma análise e diagnosticará problemas de desempenho na página.

3. Google Analytics

De nada adianta aplicar todas as técnicas e estratégias existentes de SEO se você não verificar os resultados alcançados, certo? Para isso, o Google Analytics te ajuda a identificar e mapear o volume de tráfego que o blog recebe, a origem dos acessos, entre outras análises.

Faça seu blog ranquear e aparecer no Google!

Criar e alimentar um blog com conteúdo útil e relevante é uma maneira inteligente de apresentar produtos e serviços, responder dúvidas, dar informações e desenvolver um relacionamento com o público-alvo da sua empresa.

Como vimos, fazer com que os artigos de um blog ranqueiem e sejam exibidos nas primeiras posições de buscadores, como o Google, é um desafio e tanto. Por isso, é essencial contar com estratégias e ferramentas de SEO para otimizar e alavancar o desempenho do conteúdo produzido.

Dessa forma, você garante que os posts tenham um posicionamento melhor na SERP (Search Engine Results Page, ou, em português, Página de Resultados dos Mecanismos de Busca), além de alcançar e chegar ao maior número possível de visitantes, que também são potenciais compradores dos produtos e serviços da sua empresa.

É claro que você não precisa aplicar todas as estratégias de SEO de uma vez só. O ideal é ir testando e avaliando os resultados das técnicas que fizerem mais sentido para o seu negócio. Para isso, é recomendável contar com os serviços de uma equipe especializada para avaliar as necessidades e possibilidades de melhoria de desempenho do conteúdo.

A Tupiniquim, agência especializada em SEO e em outros serviços de marketing digital, pode te assessorar com uma consultoria que definirá, desenvolverá e monitorará a melhor estratégia para otimização do alcance do conteúdo do blog e do site da sua empresa.

Entre em contato conosco para que possamos impulsionar a presença da sua empresa na internet e, assim, fazer sua marca, produtos e serviços chegarem cada vez mais ao seu público-alvo.

Você pode compartilhar o link deste artigo, caso tenha curtido o conteúdo!

Dúvidas Frequentes

O que é SEO para blog?

SEO para blog é o conjunto de técnicas aplicadas para otimizar o tráfego, o alcance e a exibição dos posts de um blog em páginas de buscas, como o Google.

Como aplicar técnicas de SEO em blogs?

  1. Use palavras-chave no artigo;
  2. Organize os tópicos do post;
  3. Atente-se à velocidade de carregamento da página;
  4. Seja amigável aos dispositivos móveis;
  5. Crie uma URL usando palavras-chave;
  6. Aplique links internos ao longo do texto.

Como fazer SEO em blogs no WordPress?

  1. Meta títulos com até 60 caracteres usando palavras-chave;
  2. Meta Descrição em até 160 caracteres com breve resumo do post;
  3. Alt Text como legendas explicativas para as imagens do texto.

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
5 Vantagens do Marketing de Conteúdo 4 Tipos de Landing Page Plano de Ação de Vendas em 6 Passos 3 Elementos que Devem Estar no Plano de Ação de Vendas 3 Motivos para Criar um Plano de Ação de Vendas 4 Principais Mecanismos de Busca O que é SEM? 3 Dicas para Fazer 4 Dicas para fazer Link Building O que é Link Building? 3 dicas para boas práticas em SEO 5 Técnicas de Black Hat SEO para evitar 3 Ferramentas de SEO para Blog 3 Dicas de SEO para blogs no WordPress 6 Técnicas de SEO para Blog 4 Exemplos de Follow Up de Vendas por E-mail Como Fazer Follow Up por E-mail? 7 Dicas 3 Regras Básicas para Criar Follow Up por E-mail 7 Tipos de Ferramentas de Marketing Digital 3 Estratégias Fundamentais do Inbound Marketing 5 Dicas para Fazer Plano de Mídia