fbpx Skip to main content

Aplicar a estratégia de copywriting é uma ótima maneira de aumentar o poder de persuasão sobre consumidores e, por consequência, a quantidade de vendas. Veja como fazer!

Apesar de ser classificado como racional, a verdade é que o ser-humano muitas vezes age movido pela emoção. O medo, o desejo, a busca por segurança e outras sensações e sentimentos nos levam a tomar decisões que não são completamente racionais.

Em vista disso, a junção da neurociência e do marketing deu origem ao neuromarketing, que estuda e analisa o comportamento dos consumidores e quais fatores mentais afetam a tomada de decisão e motivam as compras feitas por clientes.

Nesse mesmo sentido, o marketing emocional objetiva fazer apelo à emoção de quem lê o conteúdo de uma escrita persuasiva, gerando identificação com a marca e facilitando a criação de uma relação entre pessoas e empresas.

Por isso, escrever de forma persuasiva funciona como técnica de convencimento e motiva o público-alvo a tomar uma determinada decisão, que pode ser fechar uma compra, ler um artigo do blog da empresa, fornecer dados para ganhar um e-book com dicas, receber uma newsletter etc.

Sabendo disso, muitas empresas, como agências de marketing digital, aplicam técnicas de copywriting em sua comunicação escrita para despertar uma conexão com potenciais consumidores.

Leia o post completo para entender o que é, como funciona e como elaborar anúncios atrativos com a técnica de copywriting.

O que você vai ler sobre copywriting:

O que é copywriting?

O conceito de copywriting é definido como a escrita persuasiva aplicada como ferramenta de convencimento de quem lê um conteúdo a realizar uma ação específica e para aumentar o engajamento em redes sociais, apresentar, ofertar e vender um serviço ou produto, dentre outras ações.

Copy de vendas é outra expressão bastante comum em relação à técnica de copywriting e nada mais é do que o uso de um texto criado para fazer conversões de clientes potenciais, também chamados de leads, em clientes de fato.

A redação de copywriting é bastante aplicada no marketing digital e tem como fundamentos a empatia, criação de uma relação, demonstração de benefícios etc. Essa técnica de escrita é também bastante usada na elaboração de textos para anúncios, slogans, sites, posts em redes sociais, e-mails etc.

Diferente de uma propaganda comum, a escrita do copywriting, aliada ao inbound marketing e ao marketing de conteúdo, intenciona criar apelo sobre o público-alvo informando valores, conceitos e ideais que vão ao encontro das expectativas e desejos das pessoas em um nível mais profundo e mental.

A importância do uso de gatilhos mentais em copywriting

Os gatilhos mentais são estímulos externos aplicados na escrita de copywriting para estimular emoções e sentimentos e para incentivar as pessoas a fazerem o que se deseja ou a tomarem uma decisão, por exemplo, de compra.

Por isso, os gatilhos mentais são poderosos recursos quando aplicados em textos de copywriting, já que acessam as emoções e sensações dos leitores para persuadi-los e convencê-los a tomar uma decisão ou, ao menos, pensar mais a fundo sobre o conteúdo lido.

Veja abaixo 5 exemplos dos principais gatilhos mentais aplicados à técnica de copywriting:

Reciprocidade

O conceito do gatilho mental da reciprocidade é entendido como o ato de responder uma ação percebida como positiva com outra ação também positiva.

Por exemplo, você pode disponibilizar um e-book gratuito sobre marketing digital para os visitantes da landing page, ou página de conversão, da sua empresa em troca do fornecimento de alguns dados como, por exemplo, o endereço de e-mail.

Prova Social

O gatilho da prova social é um recurso bastante usado na escrita persuasiva porque comprova por meio do comportamento de um grupo de pessoas que tomar uma determinada atitude é seguro, recomendável, benéfico etc.

Quando uma empresa informa o número de pessoas que adquiriram um determinado produto ou serviço, ou exibe o depoimento de clientes satisfeitos, ela está utilizando o gatilho mental da prova social.

Autoridade

Aplicar o gatilho da autoridade significa embasar e fundamentar o conteúdo do copywriting utilizando falas de especialistas na área mencionada, comprovações científicas, estudos, pesquisas etc.

Você provavelmente já viu um comercial ou anúncio de pasta ou escova de dentes com o depoimento de dentistas, não é verdade?

Escassez

O gatilho mental da escassez é capaz de despertar no leitor do texto de copywriting um senso de que algo deve ser feito com rapidez para evitar que uma oportunidade seja perdida.

Por isso, é bastante comum ver lojas anunciando “as últimas unidades” de um produto, ou estabelecendo um prazo para que os clientes aproveitem um valor de desconto sobre o preço de um item ou serviço.

Exclusividade

Esse gatilho é bastante usado para gerar a sensação de que o consumidor possui um status diferenciado e de que ele é especial em relação aos outros.

Um bom exemplo disso são as categorias criadas para separar os grupos de clientes de cartões de crédito. Os famosos cartões platinum ou black dão acesso a benefícios exclusivos que os clientes de outras categorias não possuem.

Como fazer um bom copywriting?

Para que o texto de copy surta efeito e faça o lead dar a resposta esperada, ou seja, realizar uma ação que estreite sua relação com a sua empresa, é necessário seguir alguns passos na criação da escrita persuasiva. Veja abaixo 4 dicas de boas práticas de copywriting:

1. Conheça o público-alvo

Antes de iniciar o processo da escrita, é essencial conhecer as pessoas às quais o copywriting será dirigido. Investigue quais são os problemas enfrentados pelo público do produto ou serviço da sua empresa. Para isso, é importante pesquisar e elaborar a persona do público que seu negócio pretende alcançar.

O medo é um grande gatilho da mente humana para nos livrar de perigos e do que é desconhecido. Por isso, avalie quais são as dores que as pessoas enfrentarão futuramente se não resolverem determinados problemas e como a sua empresa pode ajudar a prevenir esse resultado indesejado.

2. Crie Títulos Potentes

Um dos principais objetivos da escrita de copywriting é captar a atenção de uma pessoa de modo que ela não consiga ficar indiferente àquele conteúdo. Então, o primeiro passo é usar títulos com forte apelo e que chamem a atenção da audiência.

Um título direto, objetivo e que use palavras-chave de forma eficiente garante que o primeiro contato dos leitores com o texto seja positivo e desperte interesse na leitura do restante do conteúdo.

3. Capriche na Escrita

atenção ao tom, formal ou informal, e à correção gramatical e ortográfica por meio de revisões do texto. Isso faz com que as pessoas deem credibilidade ao que estão lendo.

Use verbos de ação e no modo imperativo para que os leitores tenham o senso de urgência de tomar uma atitude e realizar uma ação como, por exemplo, “leia”, “adquira”, “inscreva-se” etc.

Crie um texto de copywriting que seja percebido como coerente e que, mais do que uma oferta ou venda, demonstre dar foco a problemas do público-alvo e às possíveis soluções, benefícios e experiências que o produto ou serviço da sua empresa pode entregar.

4. Use CTAs Fortes

Uma boa CTA (Call to Action ou Chamada para Ação) é um grande elemento do copywriting porque é por meio dela que o leitor de fato realiza a ação de se inscrever em um cadastro para fazer um curso, baixar algum material informativo ou comprar um produto ou serviço.

Por isso, dê atenção especial ao posicionamento do botão na página de conversão e ao texto que acompanhará a CTA. Entre os exemplos de CTA mais populares e com forte apelo sobre a audiência estão “compre já”, “últimas unidades”, “aproveite o desconto de X por cento” etc.

7 exemplos de copywriting para cativar seu público-alvo

Veja a seguir 7 exemplos de copywriting para se inspirar e criar anúncios persuasivos em campanhas de tráfego pago em plataformas como Google Ads e Facebook Ads e impulsionar a estratégia de marketing digital do seu negócio.

Uber

A plataforma de viagens utiliza frases simples e diretas na escrita aplicada em sua comunicação no site e redes sociais. Note que, na sentença “A viagem que você deseja”, o foco está na experiência oferecida e na expectativa dos passageiros em relação ao que é uma viagem desejável.

Esse exemplo de copywriting da Uber atinge seus dois públicos-alvo, já que logo abaixo existe uma CTA para as pessoas interessadas em dirigir para a plataforma. Além disso, vemos o uso dos verbos de ação “solicite” e “cadastre-se” no modo imperativo.

Netflix

A gigante do streaming também aposta em frases curtas e impactantes, usando o modo imperativo de verbos para captar a atenção da audiência.

Observe que “Pronto para assistir?” e “Vamos lá” são chamadas para ação que instigam muito mais a tomar uma decisão que trará entretenimento e prazer do que, por exemplo, um simples “Faça seu cadastro” ou algo semelhante.

Além disso, a Netflix vende uma experiência de praticidade, mobilidade e poder de escolha quando enfatiza que seus conteúdos podem ser vistos sem limites, onde e quando a audiência quiser, dando ainda a opção de cancelamento antes mesmo da criação de uma conta.

Nike

O storytelling criado pela Nike faz você se sentir um atleta profissional e de alto desempenho mesmo que você não seja um. A empresa demonstra autoridade quando se vende como ponto de encontro de todos os atletas e te convida a ser um deles com a CTA “Junte-se a nós”.

Além disso, a Nike enfatiza a gratuidade do cadastro e atiça a curiosidade do público-alvo sobre outros benefícios exclusivos disponíveis a quem se torna um Membro Nike, ou seja, pelo gatilho mental da exclusividade a empresa dá a ideia de que seus membros são únicos e especiais.

Apple

A Apple talvez seja a empresa que melhor saiba converter potenciais clientes não só em clientes de fato, mas também em fãs. E ela faz tudo isso sendo concisa e objetiva em seus textos, sem deixar de cativar o público-alvo.

Na copy abaixo, vemos que a empresa não está vendendo um telefone celular, ela está vendendo um “novo superpoder”. Esse tipo de anúncio gera encantamento nos consumidores e a ideia de fazer parte do seleto grupo de pessoas que possuem o iPhone 13.

Nubank

A startup nacional Nubank se popularizou por ser um banco moderno e sem burocracias desnecessárias. Uma das principais dores enfrentadas por clientes de bancos tradicionais são os cartões de crédito com valores altos de anuidade e a necessidade de ter que se dirigir a uma agência bancária para abrir e resolver problemas de contas.

O Nubank resolve isso em sua copy de forma rápida, certeira e com poucas palavras: “cartão de crédito com anuidade zero” e “conta digital prática e sem custos”. A chamada para ação desperta a sensação de atendimento ágil e simples, bastando informar o número do CPF.

Para encerrar, separamos 2 exemplos de copywriting criado pela equipe de profissionais da Agência Tupiniquim para 2 de nossos clientes.

Grin Store

A Grin Store é uma startup que atua no setor de tecnologia em logística. Por isso, focamos nas 2 principais dores de clientes que fazem uso de serviços logísticos: o valor do frete e a velocidade de entrega. Com um texto curto, objetivo e usando verbos no modo imperativo, estimulamos ecommerces a diminuírem custos e garantirem entregas com velocidade.

New Language

Para a New Language, uma escola de inglês, destacamos a urgência de aprender a língua inglesa, não mais para se destacar de quem não fala o idioma, mas para não ficar para trás de quem já o usa na vida profissional, acadêmica etc.

Aplique o copywriting para converter e vender mais!

Neste artigo do blog da Tupiniquim, você aprendeu que copywriting é uma técnica usada para escrever com mais apelo às emoções dos leitores de anúncios, newsletters, sites etc. Por meio de gatilhos mentais, é possível despertar sensações de urgência, escassez, autoridade, entre outras na audiência e fazer com que ela se motive a tomar uma decisão ou realizar uma ação.

Essa decisão ou ação pode ser a de adquirir um produto, contratar um serviço, assinar uma newsletter, cadastrar dados para receber um e-book gratuito, entre outras várias possibilidades.

Portanto, incluir a escrita persuasiva de copywriting nos conteúdos de marketing da sua empresa é uma ótima ideia. Dessa forma, você vai tornar sua comunicação mais eficaz e atrativa aos olhos dos leitores e potenciais clientes a serem convertidos.

É por isso que a Tupiniquim, agência de Google Ads e de marketing digital em geral, tem ajudado a criar campanhas de tráfego pago que incluem o copywriting na base dos textos dos anúncios, tornando-os mais eficientes e encantando o público-alvo.

Não perca mais tempo! Entre em contato conosco e melhore o desempenho das suas campanhas de tráfego pago e do conteúdo produzido com as técnicas de copywriting e outros serviços de marketing digital.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe o link do post!

Dúvidas Frequentes

O que é copywriting?

Copywriting é uma técnica de escrita persuasiva aplicada em anúncios para convencer quem lê um conteúdo a realizar uma ação específica como fornecer dados, fechar uma compra etc.

Qual a importância dos gatilhos mentais em copywriting?

Os gatilhos mentais são poderosos recursos quando aplicados em textos de copywriting porque acessam as emoções e sensações dos leitores para persuadi-los e convencê-los a realizar uma ação ou tomar uma decisão.

Como criar um bom copywriting?

Identifique quais são as dores e necessidades do público-alvo e crie textos com coerência, correção gramatical e ortográfica, usando títulos potentes que chamem a atenção e Chamadas para Ação (CTAs) fortes para incentivar a tomada de decisão e a realização de alguma ação específica.

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
5 Vantagens do Marketing de Conteúdo 4 Tipos de Landing Page Plano de Ação de Vendas em 6 Passos 3 Elementos que Devem Estar no Plano de Ação de Vendas 3 Motivos para Criar um Plano de Ação de Vendas 4 Principais Mecanismos de Busca O que é SEM? 3 Dicas para Fazer 4 Dicas para fazer Link Building O que é Link Building? 3 dicas para boas práticas em SEO 5 Técnicas de Black Hat SEO para evitar 3 Ferramentas de SEO para Blog 3 Dicas de SEO para blogs no WordPress 6 Técnicas de SEO para Blog 4 Exemplos de Follow Up de Vendas por E-mail Como Fazer Follow Up por E-mail? 7 Dicas 3 Regras Básicas para Criar Follow Up por E-mail 7 Tipos de Ferramentas de Marketing Digital 3 Estratégias Fundamentais do Inbound Marketing 5 Dicas para Fazer Plano de Mídia