Skip to main content

Aprenda a produzir conteúdo em vídeo de alta qualidade para divulgar sua marca nas redes sociais e atrair a atenção de clientes em potencial.

Todos os dias, os brasileiros passam muitos minutos (e até horas) em seus perfis em redes sociais consumindo diversos conteúdos como textos, fotos e, principalmente, vídeos.

Esse formato é extremamente popular em plataformas como o TikTok e o YouTube e tem sido cada vez mais utilizado por marcas para atrair a atenção do público e apresentar produtos e serviços.

O objetivo dessas marcas é gerar engajamento da audiência, ou seja, conseguir a maior quantidade possível de visualizações, curtidas, comentários e compartilhamentos de seus conteúdos nas redes sociais para divulgar produtos e serviços para o maior número possível de pessoas e, assim, converter clientes e vendas.

Para você ter uma noção do potencial de vídeos em uma estratégia de marketing, uma pesquisa realizada pela Comscore em maio de 2021 constatou que 113 milhões de brasileiros assistem a vídeos no YouTube mensalmente. Além disso, nosso país está em 2º lugar no ranking de nações que mais usam o TikTok no mundo, com cerca de 40% da população consumindo vídeos curtos na plataforma chinesa.

Mas o que é necessário para que um vídeo chame a atenção e cause boa repercussão nas redes sociais? Neste artigo, a Agência de Marketing de Conteúdo Tupiniquim te ensina o passo a passo para criar vídeos que tenham boa recepção entre os usuários das redes sociais e levem o nome da sua marca mais longe nessas mídias.

O que você vai ler sobre criação de vídeos para redes sociais:

Por que gravar vídeos para redes sociais?

Seja no Instagram, no YouTube, no TikTok, ou em outras plataformas, conteúdos no formato em vídeo têm atraído cada vez mais a atenção, os cliques e as visualizações das pessoas na internet.

Os vídeos têm, inclusive, tido mais apelo sobre o público do que fotos e textos. Prova disso é que o algoritmo do Instagram, que foi concebido originalmente como uma rede social de fotos, tem dado cada vez mais relevância para seus conteúdos em vídeo (os chamados Reels) para tentar competir com a crescente popularidade do TikTok, que foca em vídeos curtos.

Os vídeos também são extremamente eficientes para gerar uma conexão mais profunda com o público porque oferecem a possibilidade de edições dinâmicas e que prendem a atenção das pessoas por vários minutos (ou horas) em comparação a imagens estáticas e textos, por exemplo.

Além de propiciar uma experiência mais imersiva, os conteúdos em vídeo também contribuem para aumentar a consciência de marca (ou brand awareness) entre o público-alvo, impulsionar a geração de leads (ou seja, clientes em potencial) e o engajamento por meio dos comentários e dos compartilhamentos dos vídeos pelos seguidores de uma marca nas redes sociais.

Você acha que gravar vídeos de boa qualidade e que atraiam a audiência requer muito conhecimento técnico e equipamentos caros? Se sim, vamos mudar sua opinião! Com o seu celular e algumas dicas que daremos neste post, você conseguirá criar vídeos que cumprem a missão de apresentar sua empresa, seus produtos ou serviços.

4 tipos de vídeos para diferentes redes sociais

Cada rede social tem suas peculiaridades e formas de criar e compartilhar conteúdo. Não é diferente com posts em forma de vídeos. Conheça as características de 4 tipos de vídeos que você pode utilizar para divulgar seu negócio nas redes.

1. Stories

Os stories são vídeos de curtíssima duração que ficam disponíveis por 24 horas nas redes sociais (desaparecendo do perfil após esse período). Atualmente, esse formato pode ser utilizado em redes como o Instagram, Facebook, Pinterest, Twitter e LinkedIn.

2. Curta Duração

Os vídeos de curta duração ficaram muito populares no TikTok. A partir disso, outras redes passaram a dar destaque para esse tipo de vídeo de consumo rápido em seus feeds. No Instagram, os vídeos curtos foram batizados de Reels (que, geralmente, duram até 90 segundos), e, no YouTube, são chamados de Shorts e têm duração entre 15 e 60 segundos.

3. Longa Duração

Se você quer criar vídeos mais longos, então você pode utilizar o YouTube, em que vídeos com vários minutos (ou até horas) de duração são comuns e têm boa receptividade dos usuários, especialmente por causa da possibilidade de acelerar o vídeo em até 2x e diminuir o tempo real de consumo do conteúdo.

4. Lives

As lives, também chamadas de transmissões ao vivo, são caracterizadas pela ausência de edição e gravação contínua. Você pode fazer lives no Instagram, YouTube, TikTok, entre outras redes. Em algumas delas, é possível, inclusive, que as lives fiquem salvas no seu perfil após o término da transmissão.

7 dicas para gravar vídeos para redes sociais e divulgar a sua empresa

Independentemente do tipo de vídeo, existem alguns elementos que são essenciais para garantir o sucesso de um conteúdo nesse formato. Separamos 7 dicas para você colocar em prática e criar vídeos que prendam a atenção do seu público-alvo nas redes sociais.

Siga essas 7 dicas na hora de gravar conteúdo em vídeo para a sua marca nas redes sociais:

1. Entregue qualidade

As plataformas procuram gerar a melhor experiência aos seus usuários para que eles passem o maior tempo possível nelas. Por isso, vídeos com baixa qualidade técnica podem ser deixados de lado pelos algoritmos das redes sociais.

Isso não significa que você precise de equipamentos profissionais de filmagem para gravar bons vídeos. Basta se preocupar com os 2 elementos abaixo e você criará vídeos melhores, mesmo usando um smartphone:

  • Iluminação: Filme o vídeo em um local bem iluminado, como, por exemplo, uma área externa ou perto de uma janela. Caso você queira e possa investir, já existem ring lights com preços acessíveis no mercado. Lembre-se também de limpar a lente do smartphone, certo? Isso, por si só, já melhora a qualidade das imagens capturadas.
  • Áudio: Grave o vídeo em um local silencioso e com boa acústica. Um ambiente mobiliado e com cortinas ajuda a absorver o eco e melhora a captação do áudio pelo microfone do celular. Novamente, se quiser e puder investir, já existem microfones externos com bons preços no mercado e que vão melhorar significativamente a captação do áudio.

2. Cative no início

Os primeiros segundos de um vídeo são decisivos para gerar engajamento. Se o conteúdo não prender a atenção logo de cara, o público partirá para o próximo post em seu feed. Por isso, pense em um bom gancho para apresentar o tema do vídeo rapidamente, além de mostrar o nome da empresa, produto ou serviço.

Você pode começar o vídeo fazendo uma pergunta que cite um problema ou necessidade do seu público, por exemplo: “Quer vender mais? Então, siga essas X dicas!”. Se o vídeo for uma entrevista ou depoimento de um cliente ou um especialista no tema, selecione o trecho mais interessante e autêntico da fala e o exiba logo no início do vídeo (repetindo-o depois com mais contexto na continuidade da gravação).

3. Inclua legendas

Se houver um diálogo no vídeo, inclua legendas nele. Isso é importante porque muitas pessoas não ativam o áudio de vídeos para não perturbar pessoas ao redor (por exemplo, no transporte ou no trabalho) ou elas mesmas. As legendas também possibilitam a acessibilidade ao conteúdo de pessoas com alguma deficiência auditiva.

Além disso, muitas plataformas começam a rodar os vídeos no feed sem o som, para que o usuário decida se quer ou não ouvir o conteúdo. Vale lembrar que recursos de legendagem automática já estão disponíveis em algumas das principais redes sociais, como o Instagram.

4. Coloque música

Usar uma trilha sonora de fundo para o seu vídeo ajuda a manter a atenção do público e a gerar um clima positivo para a conexão com os espectadores. Porém, lembre-se de verificar o volume dela. Se a música estiver em um volume muito alto, poderá irritar e prejudicar a experiência do usuário, que provavelmente abandonará seu vídeo.

Não se esqueça também de que músicas possuem direitos autorais e que usar canções sem a devida licença pode, inclusive, fazer seu vídeo ser derrubado pela rede social. Algumas plataformas, como o YouTube, já contam com suas próprias bibliotecas de músicas que podem ser usadas pelos criadores de conteúdo sem preocupações legais.

5. Use storytelling

As pessoas gostam de ouvir e ver boas histórias (por isso o sucesso de séries, filmes e novelas). Então, crie um roteiro para o seu vídeo que prenda a atenção das pessoas. Fale sobre problemas que o seu público enfrenta e, principalmente, mostre soluções para resolver essas situações (de preferência, usando seus produtos ou serviços).

Entre os principais elementos de um bom storytelling (ou narração de histórias) estão a introdução, um conflito gerado por um problema, a superação de uma dificuldade, uma grande virada na história e o desfecho dela. Lembre-se: manter a atenção das pessoas ao longo do vídeo é tão importante quanto cativá-las no início dele.

6. Chame para a ação

Ao final do vídeo, use uma boa CTA (Chamada para Ação) que convença e encoraje os espectadores a realizarem a ação que a sua empresa objetiva. Essa ação pode ser acessar o seu e-commerce para comprar um produto, visitar o blog que você usa para gerar autoridade no Google, entre outros objetivos de marketing digital.

Quando uma pessoa chega ao fim do seu vídeo, você tem a chance de conduzir o próximo passo dela. Não desperdice essa oportunidade com chamadas para ação muito comerciais como “compre já!” porque elas podem quebrar a conexão gerada pelo conteúdo. Em vez disso, aguce a curiosidade das pessoas com CTAS como “saiba mais” ou “confira mais benefícios”.

7. Personalize o vídeo

Seria muito prático gravar um vídeo e fazer o upload dele para os perfis da sua empresa em diferentes redes sociais, certo? No entanto, você precisa lembrar que cada canal de comunicação tem suas peculiaridades, formatos e focos de conteúdo.

Então, o ideal é que você edite o material bruto da gravação do vídeo para ajustá-lo às características de cada rede social. Por exemplo, você pode publicar um vídeo mais longo no YouTube, mas deve encurtar sua duração se quiser publicá-lo nos stories do Instagram, e ajustar a orientação (na vertical) para o feed do TikTok.

3 ferramentas para criar vídeos de suceso nas redes sociais

Agora que você já sabe o que fazer (e o que não fazer) na hora de gravar vídeos para divulgar os produtos ou serviços da sua empresa nas redes sociais, chegou a hora de conhecer o que a tecnologia oferece para facilitar a criação e edição de vídeos.

Veja abaixo 3 dicas de ferramentas para deixar seus vídeos mais dinâmicos e atrativos.

1. Videoshop

Esse aplicativo disponível para Android e iOS te oferece recursos para deixar a edição dos seus vídeos mais versátil. A biblioteca de áudio da ferramenta possui mais de 1 milhão de músicas licenciadas para você usar. Além disso, o Videoshop permite que você exporte seus vídeos para múltiplas redes como TikTok, Instagram e WhatsApp.

2. Splasheo

Com foco em edição de vídeos de curta duração, o Splasheo tem uma variedade de estilos de legendas para os seus vídeos e faz o upload dos arquivos rapidamente por meio de integração em nuvem. Apesar de ser uma solução paga, você pode experimentá-la de graça por 7 dias e editar até 10 vídeos sem custos.

3. Inshot

Se você grava vídeos com o celular para divulgar sua marca, essa ferramenta vai facilitar muito a sua vida. Além de recursos para editar o conteúdo, o Inshot possui uma variedade de filtros e efeitos para a identidade visual do seu vídeo, como, por exemplo, stickers animados.

Crie conteúdo em vídeo para apresentar sua empresa e vender mais!

Para além da parte técnica (que também é importante), o engajamento das pessoas com um vídeo nas redes sociais depende de um conteúdo que entretenha, seja informativo, bem-humorado (se o seu produto ou serviço permitir), visualmente atrativo e compartilhável.

Pense em cada uma das dicas que te demos neste artigo e ajuste-as à identidade da sua marca, ao que você deseja transmitir ao público e à ação que espera dele com o vídeo criado. Nas redes sociais, a autenticidade vale ouro (e likes) e é o diferencial para deixar os concorrentes para trás.

A Agência de Marketing Digital Tupiniquim é especialista em criar conteúdo útil e relevante para atrair e converter leads em clientes. Para isso, contamos com uma equipe de redatores que pesquisam e criam conteúdo utilizando as palavras-chave mais buscadas pelas pessoas na internet sobre assuntos relacionados ao seu negócio, atraindo cliques e visibilidade para a sua marca.

Fale com a Tupiniquim e saiba mais sobre a estratégia de marketing de conteúdo que criaremos para o seu negócio!

Gostou deste texto? Então, compartilhe o link com quem também quer aproveitar as oportunidades de vendas que as redes sociais oferecem!

Dúvidas Frequentes

Por que gravar vídeos para as redes sociais?

Além de propiciar uma experiência mais imersiva, os conteúdos em vídeo também contribuem para aumentar a consciência de marca (ou brand awareness) entre o público-alvo, impulsionar a geração de leads (ou seja, clientes em potencial) e o engajamento por meio dos comentários e dos compartilhamentos dos vídeos pelos seguidores de uma marca nas redes sociais.

Como criar vídeos que gerem engajamento nas redes sociais?

  1. Entregue qualidade;
  2. Cative no início;
  3. Inclua legendas;
  4. Coloque música;
  5. Use storytelling;
  6. Chame para a ação;
  7. Personalize o vídeo.

Quais são os principais tipos de vídeos para as redes sociais?

  1. Stories;
  2. Vídeos de Curta Duração
  3. Vídeos de Longa Duração;
  4. Lives (ou transmissões ao vivo).

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
3 exemplos de métricas de Google Ads 4 principais redes sociais para a sua indústria 4 benefícios do Google Ads para o Marketing Industrial 4 motivos para investir em Branding com a Tupiniquim 3 Exemplos de Marketing de Conteúdo 5 Dicas para um Marketing de Conteúdo eficaz 4 dicas sobre Gestão de Tráfego 4 tipos de ferramentas de marketing digital 4 ferramentas de marketing digital gratuitas 3 exemplos de anúncios que aplicam os Gatilhos Mentais 4 tipos de correspondência de palavras-chave 4 dicas para escolher palavras-chave no Google Ads 4 cases de Branding criados pela Tupiniquim 4 benefícios do Google Ads para advogados 5 dicas de como usar o Google Ads para advogados 4 estratégias para aplicar os Gatilhos Mentais 4 benefícios das métricas de redes sociais 5 exemplos de métricas de redes sociais 5 curiosidades sobre Gatilhos Mentais 4 sites em WordPress criados pela Agência Tupiniquim