fbpx Skip to main content

Aprenda como melhorar a imagem do seu negócio com a gestão de marca e tornesua empresa mais interessante para o público!

Atualizado em 12 de abril de 2024

Talvez você já saiba ou talvez não, mas a gestão de marca também é conhecida como branding e vice-versa. No entanto, neste artigo falaremos tanto da gestão de marca, quanto do branding empresarial em geral, que é como o branding pode ser usado na sua empresa.

A gestão de marca, por exemplo, é o processo de administração e criação de uma imagem consistente e positiva, enquanto o branding empresarial é o conjunto de estratégias e ações destinadas a criar e fortalecer a identidade da marca de uma empresa.

Ambas as áreas trabalham juntas para ajudar a construir a percepção do negócio perante o público-alvo e diferenciá-lo de seus concorrentes. A gestão de marca inclui pesquisas de mercado, análise da concorrência, definição de posicionamento de marca e desenvolvimento de uma estratégia de comunicação coerente.

O branding inclui a criação de elementos visuais, como logotipos, slogans e tipografias, bem como a aplicação desses materiais em todas as formas de comunicação da organização.

Nesse sentido, a gestão de marca e o branding empresarial atuam para atrair a atenção do público de forma única, não só para conquistar consumidores, mas também para conquistar fãs e defensores da empresa.

Isso só será possível se houver um alinhamento entre a imagem e a identidade, ou seja, entre o que você comunica e o que você faz.

A Agência de Identidade Visual Tupiniquim preparou este artigo para que você entenda perfeitamente como essas estratégias funcionam e como podem favorecer o posicionamento da sua marca no mercado em que você atua.

O que é Gestão de Marcas?

Marca é a representação simbólica e abstrata do que é uma empresa, uma organização, um indivíduo. É a partir dela que essa entidade é percebida por todos aqueles que a conhecem e que interagem com ela.

Gestão de marcas, também conhecida como branding, é o processo de criar e manter a identidade e a reputação dessa uma marca. Isso envolve a criação de uma estratégia,definição de valores, personalidade, criação de elementos visuais e verbais distintos e a aplicação desses elementos em todas as interações com o público.

Sendo assim, o objetivo é melhorar o entendimento da marca por parte do público, utilizando diversos atributos que a compõem e sempre mantendo uma identidade dentro da realidade da organização.

Além disso, a gestão de marcas é uma combinação de estratégia, criatividade e técnica, e envolve a colaboração de equipes:

  • marketing;
  • design;
  • pesquisa;
  • análise de dados;
  • outros profissionais relevantes. 

A operação é o trabalho diário de manutenção da marca, que envolve utilizar os elementos corretos de acordo com a persona definida. No entanto, aqui reside um perigo, muitas marcas conseguem criar uma persona, mas nem sempre conseguem assegurar a execução precisa do que foi estabelecido.

Isso pode resultar em consequências desastrosas. Além disso, uma marca pode ter mais de uma persona, o que requer ainda mais cautela.

A gestão de marcas envolve uma variedade de ações, desde as mais complexas até as mais simples, muitas das quais o público nem percebe serem intencionais. O segredo por trás do branding é agir nos detalhes e gatilhos que despertam atenção, geram conexão e tornam as marcas relevantes e desejadas.

O objetivo final é criar uma marca forte e bem estabelecida que seja reconhecida, valorizada e lembrada pelo público-alvo.

Mas e o Branding Empresarial?

Com o branding empresarial não é diferente. A estratégia deve ser consistente em todos os aspectos da empresa, desde o design da logomarca e dos materiais de marketing, até a forma como os funcionários se apresentam e se comunicam com o público.

A gestão bem-sucedida do branding empresarial requer uma combinação de visão estratégica, criatividade e técnica, e pode ser um importante fator de sucesso para uma empresa.

Essa estratégia é importante porque ajuda a diferenciar a empresa de seus concorrentes e a estabelecer uma presença distinta no mercado. Além disso, ela pode ajudar a criar confiança e lealdade entre os consumidores, a estabelecer uma presença forte e consistente na mídia social e na web, e a aumentar o valor da empresa.

Um exemplo inspirador disso é a jornada da Eagle’s Vision, uma empresa já estabelecida, porém, que sentia a necessidade de realinhar sua presença de marca e revitalizar sua imagem digital. 

Ao se deparar com um mundo empresarial cada vez mais competitivo, a Eagle’s Vision reconheceu a importância de um branding empresarial alinhado com suas aspirações e valores.

O objetivo era claro: criar uma identidade visual que não apenas refletisse, mas também fortalecesse os valores e a credibilidade, promovendo uma renovação significativa para sua marca. Todo o processo foi meticulosamente planejado, partindo de um diagnóstico de mercado e um planejamento estratégico sólido.

O desenvolvimento do projeto incluía a definição da persona e a compreensão de sua jornada de compra. Essa abordagem integrada não se limitou apenas à estética visual, mas também em garantir uma transmissão consistente e autêntica da identidade da empresa em todos os pontos de contato com o cliente.

Qual a Importância da Gestão de Marcas?

Quem nunca ouviu a frase “a primeira impressão é a que fica”, não é mesmo? Os novos consumidores que nunca experimentaram os seus produtos ou serviços, antes de qualquer coisa, vão se deparar com a sua marca.

A gestão de marcas é importante porque ajuda a estabelecer a marca como única e reconhecível, a construir confiança e lealdade entre os consumidores, e a diferenciar a marca de seus concorrentes. Além disso, ela também pode aumentar seu e ajudar a impulsionar as vendas.

Uma boa gestão de marca deve ter:

  • Apresentação do valor da marca;
  • Possibilidade de cultivar relacionamento cuidadoso;
  • Público engajado;
  • Aumento de chances de conversão.

Sendo assim, a impressão de uma marca também é muito importante para os que já são clientes. Afinal, é mais barato fidelizar clientes, fazendo com que eles voltem a comprar o seu produto ou serviço, do que conquistar novos.

Como o Branding é usado nas empresas?

Todos os setores da empresa devem estar relacionados com o branding da sua empresa. Afinal de contas, como já falamos anteriormente, até a forma como os funcionários se apresentam e se comunicam com o público impacta na marca.

Mas vale ressaltar que isso não significa que todos são responsáveis por fazer a gestão de marca ou o branding da empresa. O branding tem o objetivo direto de qualificar a marca. 

Portanto, esse trabalho deve ser desempenhado por alguém que vai:

  • monitorar;
  • pesquisar;
  • interpretar dados; 
  • entender o comportamento dos clientes; 
  • executar ações de marketing; 
  • planejar estratégias de comunicação; 
  • alinhá-las aos valores da empresa.

Apesar desse papel ser atribuído a alguém ou a algum setor em específico, o processo não deve ser isolado do restante da empresa, até porque todos devem saber e estar ligados ao propósito e essência da organização para entregar a melhor experiência possível aos consumidores.

O branding é usado nas empresas como uma forma de identificação visual e de marketing que diferencia uma empresa de outras e cria uma presença memorável no mercado. 

Nesse sentido, você não pode simplesmente entregar a criação de marca da sua empresa a uma agência de branding e se envolver pouco.

Veja o exemplo da Almaroma, uma startup em ascensão, estava no estágio inicial, buscando uma agência que pudesse dar vida à sua identidade de marca. Eles não estavam apenas em busca de um nome, logotipo ou site; eles queriam algo mais profundo – uma conexão emocional com seu público-alvo.

O objetivo do projeto de branding era criar uma marca que não apenas vendesse um produto, mas também transmitisse uma mensagem clara e impactante. Cada ponto de contato com o cliente foi planejado para comunicar não apenas os recursos do produto, mas também os valores e a missão da empresa.

6 Principais estratégias de Branding e Gestão De Marcas

Até aqui, você já aprendeu o que é gestão de marca, qual a importância dela, o que é branding empresarial e como o branding é usado nas empresas.

Apesar de existirem várias estratégias para um projeto de branding que podem ser implementadas para fortalecer a identidade de uma marca, agora você vai conhecer as 6 principais estratégias que valem tanto para o branding empresarial, quanto para a gestão de marca, afinal elas estão ligadas. Confira a seguir:

1. Autoconhecimento da empresa

É crucial que os profissionais responsáveis pelo branding conheçam muito bem a empresa e tudo o que a envolve. Para facilitar esse processo, é possível montar uma análise SWOT, que representa o ambiente interno e externo da empresa, sendo eles: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Conhecer esses cenários da empresa é fundamental, mas, além disso, é primordial ter o conhecimento da essência da empresa, dos valores e como esses valores são gerados para o público, e estar por dentro de todos os processos e padrões da organização.

2. Conhecimento do público- alvo

Você sabe dizer qual é o perfil do público que já é consumidor da sua marca e o perfil do público-alvo que deseja conquistar? Se a resposta for sim, você está no caminho certo para usar o branding a seu favor. 

Agora se a resposta for o contrário, é importante começar a buscar saber quem é o seu público-alvo o mais rápido possível. Ter esse conhecimento vai contribuir até mesmo para a construção da brand persona.

Dessa forma, será possível atuar estrategicamente, usando o branding a favor do seu negócio como uma ferramenta para atrair, conquistar e fidelizar clientes.

3. Propósito de marca

Entender e saber qual é o propósito da marca é um dos pontos mais importantes para a construção do branding e ele deve estar alinhado com as duas etapas anteriores, ou seja, com a realidade da empresa e com a expectativa do público.

Caso o propósito da marca não esteja condizente com a realidade, é necessário realizar um processo de mudança na organização cultural da empresa.

4. Identidade da marca

A partir de todos os insights obtidos nas etapas anteriores, trabalha-se na identidade a cara e o tom de voz da marca nas mensagens que serão apresentadas ao público. Não custa repetir: para que ela seja efetiva, é preciso que esteja alinhada com o propósito e com as ações da empresa.

5. Ações de comunicação

Agora é a hora de ir para a prática, de levar a mensagem para o mundo. Canais como blogs, YouTube e redes sociais têm cada vez mais relevância nessa etapa. A comunicação é uma extensão do branding porque é a representação pública da marca, então, deve seguir todas as diretrizes das etapas anteriores.

6. Relacionamento com o público

Comunicar as novidades referentes aos produtos e serviços da empresa é importante, mas responder às dúvidas e resolver os problemas dos clientes também. É preciso investir em práticas, como o marketing de relacionamento, para melhorar a reputação da marca e reforçar os conceitos identificados na etapa do propósito.

Fortaleça a sua marca

O branding em si não é apenas o que os donos das marcas querem que elas sejam, mas é também a forma como o público as enxerga, por isso é tão importante possuir um bom posicionamento de marca. E esse posicionamento só é alcançado com uma gestão de marca bem estabelecida.

Aqui, você aprendeu sobre a gestão de marca e branding empresarial. E já é possível ter um norte do que deve ser feito e qual caminho seguir para alcançar o sucesso com uma estratégia de branding. 

Apesar de as nossas dicas serem facilmente aplicáveis a qualquer tipo e segmento de negócio, é importante lembrar que cada marca é única e pode requerer uma abordagem personalizada.

Ao criar um branding e uma gestão de marca para a sua empresa, lembre-se sempre de que essas estratégias devem estar alinhadas à realidade da empresa para que o seu objetivo seja alcançado. 

Objetivo esse que pode ser, por exemplo, o aumento de vendas, mas as vendas são consequência de uma marca bem trabalhada.

O trabalho de branding e gestão de marca pode ser um tanto complexo por depender de muitos atributos que devem representar a essência de uma marca. Portanto, contar com a ajuda de uma Agência de Identidade Visual é uma excelente alternativa.

A Tupiniquim é especialista em branding há mais de 10 anos e conta com uma equipe de profissionais capacitados para desenvolver as melhores marcas para o seu negócio, além de fazer a gestão dela para que a sua empresa alcance o sucesso.

Conheça os casos de sucesso de branding de empresas que alcançaram os seus objetivos, utilizando os nossos serviços. Se você também quer ser um case de sucesso, entre em contato conosco hoje mesmo!

Gostou do conteúdo? Compartilhe o link com quem também quer ou precisa melhorar o posicionamento de marca no mercado e para o público-alvo.

Dúvidas Frequentes

O Que é Gestão De Marcas?

Gestão de marcas, também conhecida como branding, é o processo de criar e manter a identidade e a reputação de uma marca. Isso envolve a criação de uma estratégia de marca, a definição de valores e personalidade da marca, a criação de elementos visuais e verbais distintos, e a aplicação desses elementos em todas as interações com o público.

Qual a Importância da Gestão de Marcas?

A gestão de marcas é importante porque ajuda a estabelecer a marca como única e reconhecível, a construir confiança e lealdade entre os consumidores, e a diferenciar a marca de seus concorrentes. Além disso, uma boa gestão de marcas pode aumentar o valor da marca e ajudar a impulsionar as vendas.

6 Principais Estratégias De Branding e Gestão De Marcas

  1. Autoconhecimento da Empresa
  2. Conhecimento do Público- alvo
  3. Propósito de Marca
  4. Identidade da Marca
  5. Ações De Comunicação
  6. Relacionamento com o Público

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
4 dicas para escolher palavras-chave no Google Ads 4 cases de Branding criados pela Tupiniquim 4 benefícios do Google Ads para advogados 5 dicas de como usar o Google Ads para advogados 4 estratégias para aplicar os Gatilhos Mentais 4 benefícios das métricas de redes sociais 5 exemplos de métricas de redes sociais 5 curiosidades sobre Gatilhos Mentais 4 sites em WordPress criados pela Agência Tupiniquim 5 vantagens de um site em WordPress 5 exemplos de storytelling 5 tipos de storytelling 4 benefícios do storytelling 3 exemplos de Rebranding 5 fatores que justificam o Rebranding 5 benefícios do Rebranding Mídia Kit para as 3 principais redes sociais 6 passos para criar um Mídia Kit 5 motivos para criar um Mídia Kit 5 motivos para fazer um curso de vendas