Skip to main content

A análise SWOT é uma ferramenta de gestão que analisa os cenários externos e internos para que as empresas possam colocar os seus projetos em prática. Neste artigo, você aprenderá como fazer e quais as vantagens desse método.

A análise SWOT serve para avaliar os prós e contras de alguns fatores que podem estar relacionados ao meio corporativo ou até mesmo ao seu lado pessoal. Basicamente, a matriz SWOT pode ser aplicada em quase tudo, mas, neste artigo, vamos mostrar como ela funciona e como pode favorecer as empresas.

Para que você entenda isso, pense em um cenário em que você precise fazer uma escolha radical como, por exemplo, mudar de cidade para trabalhar em um novo emprego. Mesmo que a vaga seja muito boa, você analisará todos os pontos, sejam eles negativos ou positivos, para, então, tomar a sua decisão, certo?

A ideia da análise SWOT para qualquer tipo de empresa funciona exatamente assim. Portanto, quando você elaborar algum projeto ou ação, antes de tirar do papel, estude as vantagens e desvantagens, pontos positivos e negativos e o que está sob o seu controle ou não.

É importante que você entenda isso porque, para fazer a análise SWOT, é necessário avaliar fatores internos e externos, que são divididos em 4 aspectos. Sendo eles: forças e fraquezas, oportunidades e ameaças.

Se você quer saber mais sobre a matriz SWOT, como ela funciona de fato, como aplicar e como essa metodologia pode beneficiar a sua empresa, continue a leitura deste artigo!

O que você vai aprender sobre Análise SWOT:

O Que é Análise SWOT?

Análise SWOT é a sigla em inglês para strengths, weaknesses, opportunities e threats. Em português, também é conhecida como análise FOFA, que significa forças, oportunidades, fraquezas e ameaças.

Esses são os 4 fatores que determinam a análise SWOT e que são divididos em dois ambientes: interno e externo. A função da análise SWOT é avaliar os cenários internos e externos de uma empresa para colocar projetos e ações em prática, sempre visando o crescimento da empresa no mercado de atuação.

Mais adiante, você vai entender melhor como funciona essa divisão entre fatores e ambientes. Em um primeiro momento, o que você precisa saber é que as forças e as fraquezas estão relacionadas a sua empresa, ou seja, ao ambiente interno.

Já as oportunidades e ameaças dizem respeito ao ambiente externo e estão relacionadas às vantagens e desvantagens do crescimento da empresa, ou seja, são fatores sobre os quais você não possui controle.

É muito importante ter essa visão ampla de dentro e de fora da empresa para que, assim, você consiga ter um parâmetro completo dos fatores e enxergar as oportunidades de sucesso dos seus projetos.

Fatores que Fazem Parte da Análise SWOT

Como já falamos, a análise SWOT é formada por 4 elementos que fazem parte do ambiente interno e externo da empresa: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Aqui, vamos te mostrar em detalhes como funciona cada elemento e as informações que devem compor cada um deles.

Ambiente interno

O ambiente interno, na matriz SWOT, é o cenário em que você vai identificar as forças e fraquezas da sua empresa.

Em outras palavras, são todos os pontos que estão sob o seu controle, como gestão, ações de marketing e vendas, capacidade e desenvolvimento da equipe, reputação, localização, recursos financeiros, ferramentas utilizadas, equipamentos necessários e muitos outros.

Entenda o que compõe as forças e fraquezas:

Forças

Em forças, serão analisadas as vantagens e os diferenciais que a sua empresa possui em relação aos concorrentes, os pontos mais fortes do negócio, a disponibilidade de recursos e materiais de suporte para desenvolver os seus produtos ou serviços, o quão satisfeitos os seus clientes estão, e, nesse caso, é possível calcular o NPS.

Esses são só alguns exemplos do que pode ser analisado, mas é possível avaliar tudo aquilo que beneficia o seu empreendimento.

Fraquezas

As fraquezas são os elementos internos que prejudicam o progresso da sua empresa. Aqui, você pode identificar, por exemplo, o que faz com que um lead, ou potencial cliente, escolha o seu concorrente e não você, ou se você possui uma equipe capacitada para realizar determinados trabalhos.

Em algumas empresas, o realizador da análise FOFA e até mesmo as demais pessoas envolvidas têm dificuldades de encontrar as fraquezas do negócio. Por isso, é extremamente importante olhar para esse ponto com sinceridade, para resolver os problemas encontrados o mais rápido possível.

Ambiente externo

O ambiente externo é tudo aquilo que não está sob o seu controle. Isso envolve questões políticas, crises econômicas, concorrência, mudanças de leis, entre muitas outras.

Sendo assim, no ambiente externo da análise FOFA, você vai identificar as oportunidades e ameaças do mercado em que a sua empresa está inserida. É essencial se atentar a essas questões para estar sempre preparado(a) para qualquer situação.

Leve em consideração o macroambiente que está ligado à política e legislação, economia, demografia, sociedade e cultura, e meio ambiente.

Entenda o que compõe as oportunidades e ameaças:

Oportunidades

São as vantagens externas que impactam positivamente o seu negócio. Você não pode dominá-las ou controlá-las, mas pode desfrutar delas desde que façam sentido para o seu tipo de negócio.

As oportunidades de mercado podem surgir a qualquer momento e é preciso atentar-se a isso, não só para favorecer a sua empresa, mas também os seus clientes. Observe como está o consumo dos seus produtos ou serviços no mercado, como os concorrentes estão se posicionando e o que estão fazendo para gerar bons resultados, fatores econômicos.

O SEO desempenha um papel crucial na identificação e aproveitamento de oportunidades para o negócio, potencializando a visibilidade online. Embora não controlável, o SEO permite destacar a empresa em pesquisas online, contribuindo para a exploração eficaz de oportunidades de mercado.

Ao observar o comportamento do consumidor, analisar concorrentes e adaptar-se às tendências, o SEO auxilia na posição estratégica para tirar proveito de oportunidades emergentes, fornecendo insights valiosos através da análise contínua de métricas.

Ameaças

Ao contrário das oportunidades, as ameaças são fatores desfavoráveis ao seu negócio. Assim como é importante se atentar às oportunidades, é imprescindível estar alerta às ameaças, como catástrofes naturais, crises econômicas, aumento da inflação, novos concorrentes com grandes potenciais e outros.

Sempre que for fazer a análise SWOT, é necessário pensar em todos os fatores que impactam negativamente e prejudicam o lucro do empreendimento.

Quais as Vantagens da Análise SWOT?

Uma das vantagens da matriz SWOT é que ela mostra um panorama completo da empresa e uma visão do negócio como um todo.

Além de mostrar pontos positivos e negativos, cenários de risco e oportunidades de mercado, existem outras vantagens que podemos destacar para quem deseja utilizar a análise FOFA. Veja:

Posição estratégica

Através da análise SWOT, os gestores conseguem saber como a empresa está posicionada no mercado e fazer comparações com outras empresas do mesmo segmento. É possível fazer isso por meio da análise dos ambientes internos e externos e dos levantamentos das características do seu negócio e das demais opções existentes.

Melhoria dos produtos e serviços

Sempre haverá algo que pode ser melhorado ou aperfeiçoado, mas, muitas vezes, isso não é percebido por não existir um olhar mais analítico sobre a empresa. Com a análise SWOT, é possível identificar melhorias para os produtos ou serviços oferecidos.

Isso porque a matriz SWOT é uma ferramenta que vai te auxiliar no aperfeiçoamento daquilo que a sua empresa oferece.

Insights para solucionar problemas

Ao analisar os ambientes internos e externos da empresa, é comum que problemas comecem a aparecer, principalmente, quando os pontos fracos e negativos são apontados. A vantagem é que, com a utilização da matriz SWOT, os problemas detectados podem ser solucionados o mais rápido possível.

Oportunidade para criar produtos

Identificando as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças que envolvem a sua empresa, é possível enxergar a possibilidade de criar produtos ou até mesmo implementar serviços como, por exemplo, uma consultoria de branding ou qualquer outro tipo de serviço que faça sentido para as suas personas e público-alvo.

É fato que tudo que é inovador chama a atenção das pessoas, mas isso não significa que você precisa investir em grandes tecnologias nem fazer investimentos absurdamente altos. Basta que você utilize a análise SWOT para observar a probabilidade de desenvolver as melhores soluções.

Tomada de decisão estratégica

Se você estiver na dúvida entre tirar um projeto do papel ou deixá-lo de vez na gaveta, a análise FOFA será a ferramenta perfeita para te ajudar a tomar a decisão certa. Afinal de contas, é ela que vai mostrar as informações e dar o embasamento que você precisa para saber o que deve fazer.

Possibilidade de parcerias

Ao construir a matriz SWOT, a necessidade de suprir algumas lacunas pode surgir. Para mudar o cenário atual, as empresas podem fazer melhorias nos seus produtos ou serviços, o que pode resultar na implementação de estratégias como o cross sell, que oferece algo complementar à solução do cliente.

Para ofertar condições complementares aos seus clientes, muitas empresas recorrem a parcerias comerciais, a fim de melhorar a experiência do consumidor e também potencializar a reputação da empresa.

Análise das estratégias

Por fim, outra vantagem da análise SWOT é a possibilidade de avaliar o andamento das estratégias já realizadas. Assim, é possível saber quais devem ser ajustadas e as que devem ser mantidas.

Além disso, você consegue avaliar e priorizar as ações que precisam de mais foco para atingir as expectativas da empresa e os objetivos dos clientes.

Como Fazer uma Análise SWOT?

Agora que você já entendeu melhor o que é a análise SWOT, os fatores que a compõem e as vantagens dessa metodologia, chegamos ao tópico mais esperado: como fazer uma análise SWOT para a sua empresa?

Já adiantamos que não existe segredo, mas, se você seguir todas as nossas dicas, com certeza, construirá uma análise FOFA de sucesso. Vamos lá?

1. Faça brainstorm com a equipe

Reúna toda a equipe que estará envolvida na construção da matriz SWOT para que todos possam expor a sua visão e percepção sobre todos os pontos que abrangem a análise.

É importante adotar o brainstorm para que toda a equipe se sinta livre não só para falar sobre as percepções do negócio, mas também para sugerir ideias. Depois de coletar as informações, faça um resumo das principais para começar a montar a matriz SWOT.

Aqui, é essencial que os profissionais sejam realistas e não queiram mascarar os resultados da análise, levantando informações que não fazem parte da realidade da empresa.

2. Analise os fatores internos

Não existe nada melhor do que autoconhecimento, não é verdade? E isso vale tanto para pessoas, quanto para empresas. Imagina só ter um negócio e não saber nada sobre ele, certamente, isso não ia gerar bons resultados.

Por isso, é crucial que você olhe para dentro da sua empresa com muito cuidado. Como já falamos, nos fatores internos, você analisará as forças e fraquezas do negócio. Através da análise FOFA, é possível identificar, por exemplo, se a localização da empresa é um ponto positivo ou negativo.

A partir daí, você vai saber se vale a pena e qual a probabilidade de mudar a localização da empresa para um lugar mais estratégico. Vale reforçar que os fatores internos dizem respeito a todos os elementos que estão sob o controle da gestão da empresa.

Além da localização, existem outras características que podem ser analisadas nas forças e fraquezas como recursos financeiros, materiais e equipamentos adequados, reputação, tempo de mercado, entre outros.

Para saber quais elementos você deve analisar, é só olhar para os principais pontos dentro do setor que fazem com que a empresa tenha um bom desempenho no projeto que deseja colocar em prática.

3. Analise os fatores externos

Como já dito anteriormente, esses são os fatores que não são controláveis, ou seja, são as oportunidades e ameaças que estão no ambiente externo da empresa. Em outras palavras, são os fatores que estão do lado de fora do negócio e que nenhuma ação de dentro da empresa pode influenciar. São situações que simplesmente acontecem e é preciso estar preparado(a).

Sendo assim, para fazer a análise SWOT, considerando fatores externos, você precisa pensar no microambiente e no macroambiente. O microambiente está relacionado às forças que atuam no setor. Por exemplo, o comportamento dos clientes em relação à empresa, o poder de negociação com os fornecedores, a quantidade de empresas no mesmo setor que o seu e outras.

Já o macroambiente refere-se ao que está além do setor como, por exemplo, questões políticas, taxa de natalidade, escolaridade, renda da população, aumento de poluição, catástrofes, hábitos de consumo, entre muitos outros.

Quanto mais as empresas estiverem atentas a essas questões, mais chances elas têm de se prepararem para lidar com qualquer tipo de adversidade futura.

4. Converta a análise SWOT em estratégia

Fazer brainstorm com a equipe e analisar fatores internos e externos é o que vai te ajudar a fazer a análise SWOT em si. No entanto, a ideia é fazer a análise com um propósito, certo? No caso, esse propósito seria tirar um projeto ou uma ação do papel.

Sendo assim, com base nas informações da matriz SWOT, você pode convertê-la em uma estratégia prática. Isso significa que você vai potencializar as forças identificadas, corrigir as fraquezas, aproveitar as oportunidades e minimizar as ameaças.

Nesse momento, é possível traçar as estratégias para que os seus resultados sejam ainda melhores. Por exemplo, quais os pontos fortes que podem ser utilizados para potencializar as oportunidades ou quais os pontos fortes que podem minimizar o impacto das ameaças?

Você também pode pensar em como as fraquezas podem ser corrigidas para usufruir das oportunidades ou como os pontos fracos podem ser melhorados para diminuir o efeito das ameaças.

Melhore os Cenários da sua Empresa

A análise SWOT ou FOFA é uma ferramenta que serve para analisar os cenários internos e externos de uma empresa, mas, para que você consiga fazê-la, é preciso conhecer muito bem o seu negócio para que a matriz SWOT venha a ser preenchida de acordo com a realidade da empresa.

Essa ferramenta de gestão será apenas uma auxiliadora para que você tenha uma visão ampla do seu negócio e consiga identificar com mais clareza os pontos que podem ser aproveitados e os pontos que devem ser melhorados.

Sendo assim, apenas conhecer as forças, oportunidades, fraquezas e ameaças não é o suficiente. Você precisa usá-las de fato ao seu favor tanto para melhorar o desempenho da empresa, quanto para garantir uma boa experiência aos seus clientes.

Através da análise SWOT, é possível olhar para dentro da sua empresa e para o mercado também. Utilize o Marketing Digital para lidar com os fatores que compõem a análise FOFA. E se precisar de ajuda, fale com os especialistas da Agência Tupiniquim que podem te auxiliar a identificar os pontos positivos e negativos da sua empresa.

E aí? Gostou do artigo? Compartilhe com outras pessoas!

Dúvidas Frequentes

O Que é Análise SWOT?

Análise SWOT é a sigla em inglês para strengths, weaknesses, opportunities e threats. Em português, também é conhecida como análise FOFA, que significa forças, oportunidades, fraquezas e ameaças.

Quais Fatores Fazem Parte da Análise SWOT?

A análise SWOT é formada por 4 fatores que fazem parte do ambiente interno e externo da empresa. São eles: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Como Fazer uma Análise SWOT?

  1. Faça brainstorm com a equipe
  2. Analise os fatores internos
  3. Analise os fatores externos
  4. Converta a análise SWOT em estratégia

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
Pinterest: 4 formatos de Pins na Conta Business 3 exemplos de métricas de Google Ads 4 principais redes sociais para a sua indústria 4 benefícios do Google Ads para o Marketing Industrial 5 estratégias de Marketing Digital B2B 4 motivos para investir em Branding com a Tupiniquim 3 Exemplos de Marketing de Conteúdo 5 Dicas para um Marketing de Conteúdo eficaz 4 dicas sobre Gestão de Tráfego 4 tipos de ferramentas de marketing digital 4 ferramentas de marketing digital gratuitas 3 exemplos de anúncios que aplicam os Gatilhos Mentais 4 tipos de correspondência de palavras-chave 4 dicas para escolher palavras-chave no Google Ads 4 cases de Branding criados pela Tupiniquim 4 benefícios do Google Ads para advogados 5 dicas de como usar o Google Ads para advogados 4 estratégias para aplicar os Gatilhos Mentais 4 benefícios das métricas de redes sociais 5 exemplos de métricas de redes sociais