fbpx
Quer aprender mais uma métrica importante para quem trabalha com marketing digital? Então, que tal conversarmos sobre a taxa de abertura de email marketing?

Uma campanha de marketing digital é formada por diversos tipos de atividade e interações com o público-alvo e faz uso de estratégias como landing pages, redes sociais, blogs e anúncios.

Na maior parte das vezes, esses materiais são criados com um objetivo principal: a atração de mais visitantes e a conversão deles em novos leads – pessoas que ofereceram dados para a sua empresa em troca de algum tipo de conteúdo ou recompensa.

Um desses dados é o endereço de email. É bem provável que você já tenha disparado, ou faça disparos regulares de email marketing para sua base de leads. Mas será que você tem feito isso da maneira mais efetiva possível? Quais são as métricas de marketing digital que você precisa acompanhar?

Se você utiliza alguma plataforma de disparo de e-mails marketing, já deve ter se deparado com um dado específico: a taxa de abertura de email. Você faz ideia do que ela significa? Ou o que fazer para melhorá-la? É o que nós vamos te mostrar neste post!

Navegue e aprenda como melhorar a taxa de abertura de email marketing:

O que é a taxa de abertura de email marketing?

Esse é um dado que pode ser lido de maneira simples. A taxa de abertura de email te mostra o número de pessoas que visualizaram o email enviado por você em uma campanha em relação ao número total de pessoas que receberam o mesmo email.

Podemos resumir esse indicador em:

Taxa de abertura = emails abertos / emails enviados

Digamos que você tenha disparado uma campanha de email para um total de 2500 pessoas. Desse público, apenas 1000 abriram o email recebido. Qual será a taxa de abertura?

1000 / 2500 = 0,4

Leve em consideração que no resultado, o número 0,4 representa a porcentagem. Ou seja, nessa campanha você teve uma taxa de abertura de 40% dos emails enviados.

Por que a taxa de abertura de email marketing é importante para nós?

Por mais simples que seja esse dado, ele nos leva a outras informações importantes e é, de longe, um dos indicadores essenciais para que a sua campanha de marketing digital seja um sucesso.

A taxa de abertura de emails diz muito sobre o quão interessante são os emails enviados para o seu público, do ponto de vista dele. Se os seus emails não estão sendo abertos com frequência, significa que há o que ser melhorado.

Como tornar esses emails mais atrativos? Como despertar o interesse? São informações que serão obtidas em testes feitos e através do acompanhamento das mudanças na taxa de abertura.

“Como assim?” Veja quais emails que você enviou que possuem uma boa taxa de abertura e os compare com os que não atingiram o mesmo sucesso e ligue os pontos: o que eles NÃO possuem em comum? O que existe nos emails com a maior taxa de abertura que não existe nos outros?

Com essas informações em mãos, você pode começar a fazer melhorias como testes A/B de assunto ou enviar emails em horários diferentes para avaliar como sua base de leads irá se comportar. Aos poucos, você irá acertando estes pontos e a taxa de abertura de email irá aumentar.

Como melhorar a taxa de abertura de email?

Primeiro precisamos definir o que é uma boa taxa de abertura de email. Digamos que você tenha uma base já estabelecida de leads e que envia emails para esse mesmo público há algum tempo:

  • Taxas de abertura que estão abaixo de 10% podem ser consideradas ruins;
  • Entre 10% e 20% de abertura de emails, significa que o seu desempenho está sendo ok, mas pode melhorar;
  • Se você possui uma taxa de abertura de mais de 20%, é sinal de que o seu desempenho nas campanhas de email está muito bom!

Separamos algumas dicas para você melhorar a taxa de abertura das suas campanhas de email marketing! Confira:

Trace o perfil da sua base de leads

Quem são os seus leads? Essa é uma dica que pode parecer um tanto quanto básica, mas muitos cometem o erro de gerenciar uma base de leads em ferramentas de email marketing sem nem mesmo conhecer esta base.

Faça perguntas como:

  • Qual é a escolaridade?
  • Qual é a idade deste público?
  • Qual é o tipo de profissão que exercem?
  • Quais os interesses deste tipo de público?

Com as diferentes personas da sua base de leads em mente, será mais fácil definir questões como horário, linguagem e fazer a relação de quais são os assuntos relevantes.

Para planejar qualquer estratégia de email marketing de maneira mais eficaz, confira se os pontos das campanhas são coerentes com a sua base de leads antes.

Faça segmentações e crie campanhas exclusivas para diferentes grupos

Se você está disparando email marketing, significa que em algum momento construiu uma base de leads – ou está construindo.

A sua base de leads não pode se tratada como se fosse uma coisa única e todos os leads possuíssem o mesmo interesse.

Se você utiliza alguma ferramenta de e-mail marketing, uma boa estratégia é fazer segmentações desta base, criando “subgrupos” diferentes.

Esse tipo de prática permite que você dispare emails diferentes para parcelas da sua base e até mesmo crie automações específicas para esses grupos.

Não dispare e-mails todos os dias

Essa é uma dica que pode variar de acordo com a sua base de leads, mas segue um princípio de que se você tentar fazer contato de maneira não natural e forçar o interesse dos leads nos seus e-mails, você terá o resultado contrário do esperado.

O planejamento a respeito das datas de envio dos emails deve ser feito com base no estudo da jornada de compra de seus leads. Se um lead está em um momento mais propício para receber emails com mais frequência, não perca essa oportunidade e aumente os envios.

O importante é manter o interesse do lead sem ser invasivo.

Qual é o objetivo da sua campanha de email?

Você está disparando diversos emails marketing, mas com qual finalidade? Houve um planejamento? Quais são os resultados esperados da campanha?

Sabendo o objetivo da sua campanha, a criação dos materiais que serão enviados para o público se tornará mais fácil.

É uma campanha de divulgação de um produto? Uma oferta especial para a sua base de leads? Alguma novidade sobre a sua empresa? Resgate de leads que não fecharam a compra? Envio de conteúdo para manter o relacionamento com a base?

Estipular metas para as campanhas de email marketing é uma ótima maneira de avaliar quais pontos devem ser melhorados ao final da campanha. Sem um objetivo claro, pode ser que seus emails marketing fracassem.

Utilize o Lead Scoring

Ao utilizar uma ferramenta para automação de email marketing, é possível trabalhar com o Lead Scoring – conceito que dá uma “pontuação” para os leads, dependendo de onde ele se encontra na Jornada de Compras e quais foram as interações dele com a sua marca.

O Lead Scoring é um ótimo parâmetro para poder se basear na hora de planejar o que será enviado para seus leads. O quão mais alto for a pontuação do lead, significa que ele está mais preparado para ser abordado para as vendas.

Faça testes com horários e dias diferentes

Se você está iniciando as práticas de email marketing, é possível que ainda não tenha definido qual é o melhor horário para disparar os emails para a sua base.

Através de testes, você pode identificar quais são os dias nos quais a sua base de leads costuma abrir os emails com mais frequência, e a faixa de horário que isso acontece.

Mirando seus disparos nos dias corretos, você garante uma taxa de abertura maior e garante que a sua campanha chegará ao máximo possível de pessoas dentro da sua base.

Lembra que sugerimos que você fizesse primeiro uma pesquisa para identificar quem é o seu público? Pois é, ela vai impactar aqui também.

Há estudos que dizem que o melhor dia para se disparar um email seja na terça-feira, mas isso pode variar de acordo com o perfil da sua base.

Sabendo quais são os seus hábitos, é possível identificar qual será a melhor data e horário para entregar as suas mensagens.

Por exemplo, digamos que a sua base de leads seja composta por pessoas que costumam trabalhar no período da noite. Logo, não faz tanto sentido você disparar emails para este tipo de público no período da manhã. Isso também vale para o tipo de profissão.

Portanto, conheça a sua base e faça testes iniciais para entender quais são os melhores dias e horários para o envio de email marketing.

Crie linhas de assunto chamem a atenção

Já ouviu falar da metodologia CURVE para o envio de email marketing? Ela diz que um bom assunto deve ser escrito baseando-se em um dos seguintes princípios:

  • C = Curiosidade, que irá atrair o receptor para descobrir o que há no conteúdo da mensagem
  • U = Urgência, que criará um senso de “não posso perder” no receptor
  • R = Relevância, que despertará a curiosidade do lead por ser de algum assunto que faça sentido para o lead
  • V = Valor, que irá falar sobre as virtudes da relação do seu produto ou empresa com o receptor.
  • E = Emoção, que irá estimular a conexão instantânea com o receptor através de um assunto que o toque.

Quando você utiliza pelo menos um destes critérios na criação de um assunto, você garante que ele terá um impacto muito maior no seu lead. No entanto, vamos aos cuidados:

  • Quando for lidar com curiosidade, não faça perguntas abertas que possam ser respondidas com sim ou não.
  • Se for lidar com urgência, tome o cuidado de não transformar todos os seus emails em algo urgente. Quando absolutamente todas as coisas são importantes e urgentes, elas deixam de ser importantes.
  • Para se manter relevante nos emails, é preciso entender quem são os leads e com o que eles se conectam. Nada de falar sobre assuntos que são relevantes apenas para a empresa ou para você.
  • Se for lidar com valores, faça uma pesquisa antes. Como a sua empresa impacta na vida das pessoas?
  • Na emoção, assim como na relevância, você precisa ter o “feeling” de saber o que irá causar impacto ou não no seu público. Tenha cuidado para não utilizar a emoção de maneira errada e parecer insensível ou explorador.

Com a utilização dessas técnicas você garantirá assuntos matadores para seus emails e as taxas de abertura começarão a subir quase que instantaneamente.

Acerte na linguagem e padronize seus e-mails

Mais uma vez iremos frisar a importância de se conhecer a sua base de leads e traçar o perfil de quem são as pessoas que a formam.

Se você não sabe com quem você está falando, é muito provável que você não saiba se comunicar da melhor maneira com esta pessoa.

Por exemplo: se o seu público é composto por jovens universitários, não há a necessidade de se utilizar uma linguagem super rebuscada e cheia de firulas. Ser direto e descontraído irá garantir que a comunicação seja um sucesso com esse tipo de leads.

Assim como a padronização do design/layout dos seus emails é importante para causar o impacto visual, a padronização da linguagem utilizada na comunicação com o seu público é essencial para que não haja um estranhamento e barreiras sejam criadas.

Seja mais pessoal, eles vão gostar

Emails que possuem cara de “mensagem automática” não conseguirão taxas de abertura muito altas.

Para lidar com isso, além de trabalhar utilizando a metodologia CURVE, você pode começar a utilizar informações pessoais dos leads cadastrados em sua base.

As ferramentas de email marketing contam com recursos para que você utilize essas informações. Um dos exemplos mais comuns é a utilização da variável do nome da pessoa nos emails.

Com uma comunicação mais pessoal, os leads irão se sentir mais confortáveis para interagir e o retorno será mais positivo.

Mantenha os e-mails curtos

As pessoas não perdem muito tempo olhando a caixa de email e com as suas campanhas não será diferente.

Faça com que os seus assuntos e cabeçalhos de email sejam os mais objetivos possíveis, mas sem que isso prejudique a mensagem ou não desperte interesse no público.

Com mensagens mais rápidas e claras, há mais chances de o lead abrir o seu email e interagir com o que você está entregando.

Lembrando que essa regra também vale para o conteúdo do email. Nada de sair produzindo emails gigantes. Se o conteúdo for extenso, utilize o email como forma de atrair o lead para o seu blog ou para que ele faça o download do material.

Com estas dicas, você conseguirá melhorar a taxa de abertura de email marketing da sua empresa!

Que tal aplicar o que você aprendeu neste artigo na sua próxima campanha de email marketing? Temos certeza de que a taxa de abertura de email da sua empresa irá começar a disparar!

Caso você tenha dúvidas ou não queira a ajuda de especialistas para gerenciar a ferramenta de email marketing que você utiliza, não pense duas vezes e entre em contato com a Agência Tupiniquim! Podemos bater um papo e desenvolver a sua próxima campanha juntos, o que acha?

Gostou deste conteúdo? Compartilhe este post com os seus amigos!

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder