fbpx Skip to main content

Tudo o que você precisa saber sobre geração de leads e o passo a passo para implementar as melhores estratégias!

A geração de leads é uma das estratégias mais importantes para empresas de todos os tamanhos e setores. É um processo que consiste em atrair e capturar informações de potenciais clientes interessados em seus produtos ou serviços, com o objetivo de transformá-los em clientes fiéis e engajados.

Mas antes, para entender melhor como funciona a geração de leads, é preciso primeiro entender o que eles são. Em termos simples, leads são contatos que fornecem informações de contato pessoal para uma empresa, como nome, endereço de e-mail, telefone etc., indicando que estão interessados em receber mais informações sobre seus produtos ou serviços.

Não são considerados clientes ainda, mas apenas consumidores em potencial, os quais, geralmente um vendedor, tem que transformar em clientes (o lead segue desde o primeiro contato com a empresa até a compra de um produto).

Vamos ver agora como é o funcionamento para atrair leads para sua empresa e convertê-los em consumidores fiéis.

O que você vai ler sobre geração de leads:

Entendendo como gerar leads

A geração de leads envolve a criação de conteúdo e ações que atraem esses potenciais clientes e os incentivam a fornecerem seus dados de contato. Primeiramente, você deve garantir que as pessoas vejam e conheçam sua empresa, estando presente, através de anúncios e propagandas, no ambiente onde elas estão, usando, por exemplo, o social selling.

E, então, implantar ações que podem incluir a criação de conteúdo relevante, ou chamado também de conteúdo rico, como e-books, webinars, infográficos, vídeos, entre outros, além de campanhas de publicidade on-line, anúncios em redes sociais, entre outras estratégias.

Mas não basta apenas atrair os leads: é preciso também cultivá-los e nutri-los com informações relevantes para que se tornem clientes de fato. Para isso, é importante inseri-los no funil de vendas e criar campanhas de e-mail marketing personalizadas, oferecendo conteúdo exclusivo e segmentado com base nos interesses e comportamentos de cada lead.

Além disso, é importante mensurar os resultados da geração de leads, para entender o desempenho das campanhas e identificar oportunidades de melhoria. Isso pode ser feito por meio de ferramentas de análise e monitoramento, que permitem acompanhar métricas como taxa de conversão de leads em clientes, engajamento com conteúdo, taxa de abertura de e-mails, entre outras.

Com uma estratégia bem elaborada, a geração de leads pode ser uma poderosa ferramenta de crescimento e diferenciação para qualquer empresa.

Vamos conhecer agora um termo muito importante no processo de obtenção e conversão de leads: o funil de vendas.

O que é o Funil de Vendas?

Um funil de vendas é um modelo de marketing que descreve o caminho que um potencial consumidor trilha dentro da empresa até se tornar cliente. O funil é dividido em diferentes etapas que representam a jornada do cliente, desde a conscientização sobre a existência da empresa até a decisão final de compra.

As etapas do funil de vendas geralmente são divididas em três partes: topo, meio e fundo. No topo do funil, o objetivo é atrair o maior número possível de potenciais clientes e conscientizá-los sobre a existência da empresa e seus produtos ou serviços.

No meio do funil, o objetivo é nutrir esses potenciais clientes com informações úteis e relevantes, a fim de transformá-los em leads qualificados. Já no fundo do funil, o objetivo é converter esses leads em clientes reais, oferecendo soluções para seus problemas e fornecendo um excelente atendimento ao cliente.

A título de exemplo, podemos usar o absenteísmo de pacientes em consultas médicas, isso porque os pacientes são considerados clientes de uma clínica.

No topo do funil de uma clínica, estão os leads que souberam da clínica e de seus serviços através do convênio médico. No meio, estão aqueles que ligam na clínica para saber mais a respeito, e, no fundo, os pacientes que tiveram sua consulta marcada e compareceram.

Quando há a falta de pacientes, significa que algo no meio do funil não deu certo, seja a insatisfação dos pacientes ou a falta de follow up, fazendo com que os leads não cheguem ao fundo do funil.

Passo a Passo para gerar Leads

  1. Defina seu público-alvo: Antes de começar a gerar leads, você precisa saber para quem está vendendo. Defina quem são seus potenciais clientes, qual é o perfil deles, quais são seus interesses e necessidades. Isso ajudará a criar conteúdo e campanhas mais direcionadas e eficazes.
  2. Crie conteúdos relevantes: Crie conteúdo que seja relevante e atraente para o seu público-alvo. Isso pode incluir e-books, infográficos, webinars, vídeos, entre outros. Certifique-se de que o conteúdo seja informativo e educativo, e não apenas uma propaganda disfarçada.
  3. Ofereça algo em troca: Para fazer com que os visitantes do seu blog, por exemplo, deixem suas informações pessoais mais facilmente, oferecer em troca algum dos conteúdos ricos citados anteriormente, como um e-book exclusivo, ao qual a pessoa só terá acesso depois que deixar suas informações na landing page, que é a página do seu blog própria para essa troca. Isso é algo que chama a atenção da pessoa e a incentiva a deixar seus dados.
  4. Use formulários: Use formulários de contato ou de registro para coletar informações de contato dos leads. Certifique-se de que os formulários sejam fáceis de preencher e solicite apenas as informações necessárias. Você pode disponibilizar esses formulários em seu blog, e ainda ter uma página dentro dele direcionada apenas para a captação de leads, a landing page.
  5. Monitore e mensure os resultados: Monitore e mensure os resultados da geração de leads para identificar oportunidades de melhoria. Use ferramentas de análise e monitoramento para acompanhar métricas como taxa de conversão de leads em clientes, engajamento com conteúdo, taxa de abertura de e-mails, entre outras.

Como ter uma geração de leads bem sucedida?

Muitas empresas aplicam a estratégia da geração de leads, mas não obtêm resultados satisfatórios, e isso porque não investem tempo para aplicar uma estratégia bem fundamentada. Vamos conferir estratégias mais específicas para atrair cada vez mais leads, e para a maioria deles ser convertida em clientes:

A primeira coisa a se fazer, quando falamos em obter sucesso na geração de leads, é a criação de uma buyer persona pela empresa, esse é um termo que faz parte do inbound marketing e que vai fazer toda diferença para a captação de leads.

Uma buyer persona não é nada mais que o perfil de um cliente ideal para seu negócio, é um personagem fictício criado detalhadamente que descreve o cliente “perfeito”, assim, na hora de criar anúncios e propagandas, a empresa se dirigirá àquela persona.

Há ainda outras estratégias para atrair leads, mas que, no fim, dependem do desempenho da buyer persona e do funcionamento da landing page. Estratégias essas já citadas anteriormente, como a criação de conteúdo relevante. É muito importante criar conteúdo que resolva os problemas e dúvidas do seu público-alvo e que seja otimizado para os mecanismos de busca.

Este guest post foi escrito pela equipe do blog Snov.io, que apoia negócios e empresas com materiais e artigos sobre marketing digital.

Web Stories:

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos relevantes sobre marketing digital e vendas!
1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder

Solicite seu diagnóstico gratuito com nossos especialistas!

1 Step 1
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
4 cases de Branding criados pela Tupiniquim 4 benefícios do Google Ads para advogados 5 dicas de como usar o Google Ads para advogados 4 estratégias para aplicar os Gatilhos Mentais 4 benefícios das métricas de redes sociais 5 exemplos de métricas de redes sociais 5 curiosidades sobre Gatilhos Mentais 4 sites em WordPress criados pela Agência Tupiniquim 5 vantagens de um site em WordPress 5 exemplos de storytelling 5 tipos de storytelling 4 benefícios do storytelling 3 exemplos de Rebranding 5 fatores que justificam o Rebranding 5 benefícios do Rebranding Mídia Kit para as 3 principais redes sociais 6 passos para criar um Mídia Kit 5 motivos para criar um Mídia Kit 5 motivos para fazer um curso de vendas 3 Dicas para escolher o melhor curso de vendas